SOBRE AS REMUNERAÇÕES DE GOVERNADORES DE BANCOS CENTRAIS QUE NOS DESGOVERNAM – O SALÁRIO DOS GOVERNADORES: DRAGHI GANHA MAIS DO DOBRO DO QUE BERNANKE – por IL SOLE 24 ORE (redacção)

Bank of England, por Adrian Pingstone – Taken by Adrian Pingstone in November 2004 and released to the public domain. – obrigado à wikipedia

 

 

Stipendi da governatori: Draghi guadagna più del doppio di Bernanke

Il sole 24 ORE, 21 de Fevereiro de 2013

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota 

 

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, destaca-se em termos de remunerações e em  muito da remuneração do seu homólogo  Ben  Bernanke da Reserva federal que ganha cerca de 200.000 dólares. De acordo com o relatório anual do BCE, o salário base do Governador Mario Draghi  em 2012 era de 374.124 euros, ou 493.694 dólares, enquanto o de Bernanke era de 199.700 dólares, de acordo com dados da Bloomberg. Draghi também ganha mais  do que o governador do Banco de Inglaterra, Mervin King, que tinha um salário de 465.869 dólares em 2012.

Ainda a olhar para o BCE, o vice-presidente, o português Vitor Constâncio, tinha um salário de 320.688 euros, 376.900 dólares.  Quanto aos outros membros da Comissão Executiva do BCE, tinham um salário individual de 267.228 euros. Os custos com pessoal, que incluem salários, subsídios, seguros e outros custos, incorridos pelo BCE em 2012 ascenderam a 184,6 milhões (173,1 milhões em 2011).

No entanto, o recorde de Draghi será ultrapassado pelo governador em pectore do mais pequeno Banco de Inglaterra, Mark Carney, que vem do Banco do Canadá e que assumirá a liderança da instituição britânica  a partir de Junho: receberá um salário base de £ 480.000 por ano, equivalente a 554.952 às taxas de câmbio atuais.

Foco BCE

Os membros do Conselho Executivo, diz o Relatório Anual, recebem um salário de base e subsídios adicionais para residência e representação. Em vez de receber um subsídio específico, o presidente beneficia de uma residência oficial pertencente ao BCE.

Os membros da Comissão Executiva do BCE também têm direito a subsídios familiares, infantis e escolares, dependendo das suas circunstâncias individuais, declara o Relatório Anual. Os salários de base estão sujeitos ao imposto da UE sobre esses emolumentos, bem como as deduções para o plano de pensões e as contribuições para o seguro de saúde e de acidentes, enquanto os subsídios não são tributáveis nem fazem parte do sistema de pensões.

No total, os subsídios pagos aos membros da Comissão Executiva e as contribuições pagas em seu nome pelo BCE por seguros de saúde e de acidentes ascenderam a 509.842 euros no ano passado (646.154 euros em 2011).

Dois membros da Comissão Executiva, Lorenzo Bini Smaghi e José Manuel Gonzalez-Paramo, decidiram, ao deixarem o BCE, renunciar às suas futuras pensões mensais em troca do pagamento dos correspondentes juros fixos, que totalizaram 2.461.469 euros.

No final de 2012, o número de funcionários do BCE com contratos a tempo inteiro ascendia a 1.638 (1.609 no final de 2011), dos quais 158 se encontravam em posições de gestão.

Também vale a pena mencionar a rubrica “imobilizados em curso” no Relatório Anual de 2012 do BCE, que se refere aos trabalhos realizados no ano passado para a construção da nova sede do Banco Central Europeu em Frankfurt: aumentou em 191 milhões de euros, atingindo  530 milhões de euros.

____________

Para ler este artigo no original clique em:

Stipendi da governatori: Draghi guadagna più del doppio di Bernanke – Il Sole 24 ORE

Leave a Reply