PALCO 54 – “CONTAR O QUE NÃO PODE SER ESQUECIDO” – por Roberto Merino

 

Museu do Holocausto no Porto. À entrada do museu, a fotografia do campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau

 

Escrito com lápis num vagão fechado 

Notas:

 

 

Leave a Reply