CCIF/UMAR – CICLO MULHERES E MÚSICA – MULHERES NO JAZZ – ONLINE – 15 de JUNHO, TERÇA-FEIRA, às 21 horas

 

A 3.ª sessão do ciclo ‘Mulheres e Música’ do Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) será dedicada ao contexto das mulheres artistas no mundo do Jazz e decorrerá já na próxima 3.ª feira 15 de Junho às 21h!

Para a realização deste evento online, contaremos com a participação de 3 fantásticas convidadas: Beatriz Nunes, Joana Machado e Sara Serpa!

BEATRIZ NUNES – Inicia a sua carreira como vocalista do grupo Madredeus, com quem grava “Essência”(2012) e “Capricho Sentimental” (2015). Em 2018 lança “Canto Primeiro”, apresentado na European Jazz Conference (CCB, 2018), distinguido como Best Jazz of September na Europe Media Chart. Em 2021 lançou em parceria com Paula Sousa e André Rosinha o disco “À Espera do Futuro” pela editora Nischo. Colaborou com vários nomes do jazz nacional como Pedro Melo Alves, Isabel Rato, Tiago Sousa, Afonso Pais, Mário Franco, Jorge Moniz e Luis Barrigas.

É professora na Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal e encontra-se a desenvolver investigação académica acerca de jazz e estudos de género. Página:

https://beatriznunesmusic.com/

JOANA MACHADO – Performer, Professora e investigadora. Nascida no Funchal em 1978, iniciou com 6 anos a sua aprendizagem musical no Conservatório. Actualmente, frequenta o Doutoramento em Artes Performativas e da Imagem em Movimento na FLUL, sendo professora na Licenciatura em Jazz e Música Moderna da Universidade Lusíada de Lisboa desde 2009, integrando também o corpo docente da Escola Superior de Dança do IPL e da Escola de Jazz de Luiz Villas-Boas (Hot Clube de Portugal).

Já actuou ao lado de artistas como Abe Rábade, Bernardo Sassetti, Chris Strik, Edu Lobo, Gary Bartz, Jamey Haddad, Jane Ira Bloom, Jesus Santandreu, Paulo Braga, Perico Sambeat, Reggie Workmann, Rembrandt Frerichs, Sara Serpa, Toon Roos, entre outros.Integra o célebre Septeto do Hot Clube de Portugal desde Dezembro de 2014, sendo a única cantora até à data.

É um dos membros fundadores e directora musical do projecto vocal feminino Elas e o Jazz, em digressão desde 2018.Foi responsável pelo projecto/ciclo “RESPECT – Una Homenagem ao Jazz no Feminino” em 2020, que contou com o apoio da CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género. Página: http://www.joanamachado.com/

SARA SERPA – Natural de Lisboa, é uma vocalista-compositora e improvisara sadora que implementa uma abordagem instrumental única no seu estilo vocal. Reconhecida pelo seu canto inconfundível sem palavras, Serpa está imersa no campo do jazz, música improvisada e experimental desde que chegou a Nova York em 2008.

Descrita pelo New York Times como “uma cantora com uma postura brilhante e uma visão cosmopolita”, Serpa começou sua carreira com lendas do jazz, como o pianista indicado ao Grammy Danilo Perez, e o pianista Ran Blake, do Guggenheim e MacArthur Fellow. Como líder, Serpa produziu e lançou dez álbuns; sendo o mais recente Recognition, um projeto interdisciplinar que combina cinema com música ao vivo, em colaboração com Zeena Parkins, Mark Turner e David Virelles.

Serpa faz parte do Coletivo We Have Voice, composto por 14 músicos, académicos e pensadores, determinados a promover a equidade de género nas artes cénicas.Em 2017, o coletivo criou um Código de Conduta que foi apresentado como um dos eventos da década no Jazz pelo New York Times. Em 2018, Serpa estreou “Intimate Strangers“, uma colaboração com o escritor nigeriano Emmanuel Iduma, uma performance musical interdisciplinar que retrata as viagens do escritor por vários países africanos.

Em 2020, Serpa co-criou a Mutual Mentorship for Musicians, com a colega vocalista e compositora Jen Shyu, uma iniciativa para empedrar e elevar músicos com identidades de género historicamente sub-representadas. Serpa foi eleita Vocalista do Ano pela 2020 NPR Jazz Critics Poll, Músico do Ano 2020 pela revista portuguesa Jazz.pt e Rising Star 2019 pela Downbeat Magazine Critics Poll. Serpa atualmente leciona na The New School, New Jersey City University e é Artist in Residence no Park Avenue Armory. Página; .www.saraserpa.com

INSCRIÇÕES GRATUITAS por mp ou para o e-mail: centroculturafeminista@gmail.com

Contamos convosco! 🙂

1 Comment

Leave a Reply