Posts Tagged: domenico modugno

“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Volare

“Volare” é uma canção interpretada por Domenico Modugno no Festival da Eurovisão de 1958 do qual saiu vencedor. A letra e a música são de Domenico Modugno e Franco Miggliacci. Esta é uma versão instrumental do guitarrista clássico francês Nicolas

Música ao Romper da Aurora – Volare

“Nel blu dipinto di blu” popularmente conhecida por “Volare” é uma canção da autoria de Domenico Modugno, um famoso cantor e compositor italiano, que foi vencedora de um Grammy em 1958. Esta é a versão dos “Gipsy Kings” um grupo

NESTE DIA, 9 de JANEIRO de 1928, nasceu DOMENICO MODUGNO

Faz hoje noventa anos que nasceu o cantor, autor, músico, actor e também político, Domenico Modugno. Ainda hoje, passados mais de vinte anos sobre a sua morte, todos o recordam interpretando Nel blu dipinto de blu, canção da sua autoria,

Música ao Romper da Aurora – La Lontananza

  “La Lontananza” é uma canção de Domenico Modugno, cantor, compositor e guitarrista, gravada em 1970. Modugno é considerado por muitos como um dos mais importantes cantores italianos do séc. XX.

“Uma Canção Cinco Vozes…” por Lídia Maria Rocha – Volare (Nel blu dipinto di blu)

Em alguns casos haverá mais que cinco vozes “Nel blu dipinto di blu”, popularmente conhecida por “Volare” é uma canção com letra de Domenico Modugno e Franco Migliacci e que foi composta por Domenico Modugno. “Volare” foi vencedora do Grammy

NEL BLU DIPINTO DI BLU – de FRANCO MIGLIACCI e DOMENICO MODUGNO

    Domenico Modugno levou esta canção ao Festival da Eurovisão de 1958. Não ganhou, mas Nel Blu Dipinto Di Blu ficou para a história, o que não terá acontecido com Dors, Mon Amour, a canção vencedora.

PIOVE (CIAO, CIAO, BAMBINA) – DINO VERDE e DOMENICO MODUGNO

  Esta canção representou a Itália no festival da Eurovisão de 1959. Obrigado a todos os que contribuíram para ainda a podermos ouvir. Claro que ao Youtube, também.

NESTE DIA… Em 9 de Janeiro, nasceram Simone de Beauvoir, João Cabral de Melo Neto, Domenico Modugno e Joan Baez.

Neste dia 9 de Janeiro, nasceram dois grandes vultos da literatura: Simone de Beauvoir e João Cabral de Melo Neto –  e duas figuras cimeiras da música popular:  Domenico Modugno e Joan Baez. Em 1908 nasceu em Paris, Simone de Beauvoir, filósofa do

“as nossas músicas” – Lídia e Luís Rocha – Volare

Domenico Modugno foi um dos mais importantes cantores italianos do séc. e tornou-se popular um pouco por todo o mundo particularmente na década de 1950. A canção de sua autoria “Nel blu dipinto di blu” mais conhecida como “Volare” tornou-se

“as nossas músicas” – Lídia e Luís Rocha – Dio come ti amo

  Gigliola Cinquenti No ano de 1966 a cantora alcançou novo êxito, ao vencer mais uma vez o Festival de Sanreno, com o tema da autoria de Domenico Modugno,   “Dio come ti amo”