Ciclo de Cinema: Mulheres Palestinianas LISBOA e COIMBRA

 

Ciclo de Cinema: Mulheres Palestinianas


8, 15, 22, 29 de Novembro e 6 de Dezembro, 21h30m, Fila K Cineclube/Casa das Artes da Fundação Bissaya Barreto, Av. Sá da Bandeira, 83, Coimbra

26 de Outubro, 2, 9, 16 e 23 de Novembro, 21h30m, Centro de Cultura e Intervenção Feminista / Lisboa


The camera is like a magic lantern
that we embrace
to make our dreams come true.
It is the tool we use to reclaim our existence,
memory, and humanity
.
Mai Masri (realizadora palestiniana)


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A experiência do que é ser palestiniana agrega vivências como a guerra, a despossessão, a desterritorilização, a pobreza e a emigração, mas essas experiências por si só não bastam para captar a complexidade das vidas destas mulheres. É igualmente necessário ter em conta uma cultura patriarcal, as amarras da tradição, bem como as tensões, os desafios e as convulsões políticas e sociais de sociedades em processo de modernização e sob forte impacto da globalização e da ingerência externa. Como vivem as palestinianas as diversas forças que as oprimem e querem silenciar? Como reagem, como se insurgem contra a ocupação israelita e lutam por direitos e pela emancipação? Para tentar compreender e reflectir sobre estas questões propomos dar a voz a realizadoras que reclamam uma identidade palestiniana e a cineastas do Médio Oriente que colocaram lutas de palestinianas no centro dos seus projectos cinematográficas. Um olhar cinematográfico sobre as mulheres palestinianas e os seus combates é assim também um olhar alternativo sobre o tão mediatizado conflito israelo-palestiniano.

 

À exibição de cada filme seguir-se-á um comentário e um debate aberto ao público.

 

Filmes legendados em inglês.

 

Entrada gratuita


Responsáveis da Organização : Shahd Wadi e Júlia Garraio.

Uma iniciativa do Núcleo de Estudos Sobre Humanidades, Migrações e Estudos para a Paz (NHUMEP)/CES e da União Alternativa de Mulheres e Resposta (UMAR).

 

Esta iniciativa só foi possível graças a uma série de apoios e de patrocínios. O nosso obrigada a Zein Tewfic Qattan, Buthina Canaan Khoury, Eran Riklis, Hany Abu-Hassad e Simone Markus.  Agradecemos igualmente às seguintes instituições e empresas: Amal International Euro-Arab Film Festival, Pieter van Huisteen Film, Augustin Film e Centro de Documentación sobre Cine Palestino Handala.

Programa de Lisboa:
http://centrodeculturaeintervencaofeminista.wordpress.com/2011/09/28/outono-arabe-no-ccif-ciclo-de-cinema-mulheres-palestinianas-e-curso-livre/
 

Evento no Facebook:
https://www.facebook.com/event.php?eid=299316693418298


Agradecemos a divulgação.

Leave a Reply