SETE NUVENS NEGRAS SOBRE O MUNDO, SOBRE A EUROPA NESTE FIM DE VERÃO, NESTE PRINCÍPIO DE OUTONO DE 2012.

Selecção, tradução e introdução por Júlio Marques Mota

(continuação)

Quinta nuvem

(5) A nova política do FED : não é uma  política de solução, não é  uma política decisiva e de viragem 

Ontem, o Fed anunciou que vai continuar a trabalhar em open-market   nas  compras de títulos  colateralizados por  hipotecas, de acordo com um programa de política monetária  que começou em Novembro de 2008, e foi bem para além do fim programado em Dezembro — aproximadamente  ao mesmo ritmo que a política monetária chamada de quantitative easing,  QE2. Enquanto alguns estudos mostram que a política monetária expansiva, a  QE2,  tem  tido algum efeito sobre a economia, as previsões  sobre a inflação  provaram mais uma vez estarem erradas.

  1. Inflação: minimal
  2. Adjustamento da base monetária: -0.4% YoY
  3. Ajustamento das reservas: -5.5% YoY

O que é que fará a  QE3?  Voltemo-nos para  Paul Krugman   no  New York Times:

“Certamente soa como se Bernanke esteja  a reagir à  crítica de Woodford, que argumenta que a flexibilização quantitativa é eficaz principalmente através de seu efeito sobre as expectativas. Enquanto a política assume a forma de compras de activos não-convencionais — mortgage-backed securities, ou seja títulos tendo como garantias hipotecas  – Bernanke  está a  não depender somente de portfólio balance effects; em vez disso, ele está a  tentar  modificar as expectativas  quando  declara  que o Fed continuará a sua política de expansão monetária mesmo  até algum tempo depois de  a  economia  ter retomado a sua expansão :

Para apoiar o progresso contínuo no sentido de obtenção do máximo emprego e estabilidade dos preços, o Comité considera que uma postura altamente acomodatícia da política monetária, a política QE3, continuará a ser a política apropriada por um período de tempo considerável depois de se ter desencadeado a retoma económica.

Com efeito, o Fed parece estar a tentar  ” credivelmente  prometer  ser irresponsável”…” (Fim de citação)

Isso é um disparate. Consumidores e empresários não se comportam com base nas ideias proclamadas pelo FED . Nem elas o deveriam fazer até porque as afirmações de  Bernanke são falsas. Hoje, a direcção do FED não pode não pode condicionar as acções futuras  do Fed. Não importa o que eles dizem hoje, o Fed provavelmente vai mudar de comportamento imediatamente aos primeiros sinais de recuperação e de inflação.

Mais importante ainda, há uma grande quantidade de estudos a mostrarem que o “Púlpito” presidencial geralmente tem pouco efeito quer sobre a opinião pública quer sobre qualquer elemento da liderança dos EUA. Isto provavelmente aplica-se ainda mais fortemente ao  Presidente do FED. Este não pode moldar as nossas expectativas com um aceno de mão ; tentar fazê-lo mostra uma arrogância louca ou o desespero.

Mas há um aspecto divertido em toda esta situação: assistir à  histeria de uma outra vaga de quantitative easing, uma outra vaga de expansão monetária  comprando títulos com moeda emitida  expressamente para isso . Os Inflacionistas são como os “milenaristas”, estão sempre à espera da segunda vinda da inflação. Mas nós acompanhamos o Japão no terreno da sua situação de deflação.

(continua)

Leave a Reply