Manuel António Pina – morreu o poeta que escrevia para crianças e gostava de gatos

Homenageamo-lo hoje dando-lhe a palavra

 

“Dou-me bem com os gatos porque eles, os animais em geral, estão muito próximos do Ser. Como estão alguns personagens literários. Relaciono-me com eles com alguma melancolia, porque “quem me dera ter a tua inconsciência, e a consciência dela” – como escreve Pessoa”

Leave a Reply