O PATO ALGEMADO – XVIII – por Sérgio Madeira

Imagem2

O ESTRANHO CASO DO PASTOR ALEMÃO

O silêncio no gabinete do inspector Pais, deixava  quase  todo o protagonismo sonoro ao teclar do computador com que o agente Esteves escrevia as fórmulas de abertura do auto de perguntas que ia ser lavrado.  Quase, porqque o Pais, de olhos semicerrados, não só parecia dormitar, como dormitava mesmo, soltando roncos súbitos. O agente Esteves, nas suas funções de escrivão, teclou com rapidez e eficiência até que disse para João Paralelo de Sousa:

– Pode começar, doutor.

O Pais deu um salto:

– Doutor? Qual doutor? Ah o doutor Marlove – riu-se – Ó Esteves, você atine, meu. Quem vai depor é aqui o… o pastor alemão de Sobral de Monte Agraço… Vá lá, senhor Hexágono de Sousa, somos todos ouvidos. – e voltou a recostar-se e a  fechar os olhos.

Paralelo de Sousa, suspirou, Começou, falando pausadamente:

– Meu irmão e eu nascemos, com dez minutoa de intervalo, em 5 de Fevereiro de 1947 na cidade de Viena, capital da Áustria…

– Ah – interrompeu o Pais – e eu a pensar que Viena ficava no Tibete…-  Fez um gesto para o Esteves para não considerar a interrupção e outro para o depoente para que continuasse.

– Recebemos os nomes de Franz e de Johan Boagren. A família Boagren tinha sido importante durante a dupla monarquia do império austro-húngaro,,,. – e Paralelo de Sousa contou pormenores de como o seu avô, Ludwig Boagren, que acompanhava o arquiduque Francisco Fernando,  na sua infeliz viagem a Sarajevo, fora contemplado com uma das balas com que o sérvio Gavrilo Princip matara o arquiduque e sua esposa Sofia Chotek.

E prosseguiu o seu relato.

Passada uma boa meia hora em que a voz monótona de Paralelo de Sousa, acompanhada pelo teclar rápido do Esteves continuou a descrever a história da família Boagren, o inspector ressonava, quando Marília que aproveitou para pintar as unhas, deixou cair o estojo.

O Pais acordou sobressaltado:

– Han? – voltou-se para Filipe – Em que ano vamos?

– Em 1938, no Anschluss – respondeu Filipe.

– No quê? – Quem é esse gajo?

~Foi quando mo Hitlerin anunciou, a união daAlemanha com a Áustria, o chamado Anschluss… – esclareceu Filipe.

– Ah, esse. Do Hitler ouvi falar! – deu uma das suas famosas casquinadas – Era um gajo porreiro, … – e ajeitou-se na cadeira para continuar a sesta..

A seguir – dois irmãos, dois destinos.

Leave a Reply