A BARRACA – DIA MUNDIAL DO TEATRO – JENIN, NA PALESTINA

cartaz_7judias

A Barraca dedica a comemoração do Dia Mundial do Teatro deste ano ao esforço que na cidade de Jenin, na Palestina, a Companhia Freedom Theater tem vindo a realizar, com ameaças de morte, mortes e prisões efectivas, mantendo vivo um trabalho que já dura há 7 anos.

Um video montado por Paulo Vargues a partir de um filme palestiniano, mostrará a actividade da Companhia, o seu espaço, a sua paixão, trazendo ao nosso público o testemunho de até onde o Teatro pode ser generoso e heróico.
A sessão prosseguirá com a exibição de On Fear. Apresenta-nos Nabil Al- Raee, actor/director que foi recentemente preso pela polícia política israelita. O filme foi realizado por Ashish Ghadiali e feito expressamente para este dia, para o MPPM e para ser apresentado n’A Barraca.
É um testemunho comovente para quem acredita que a Cultura e o Teatro podem mudar alguma coisa no mundo.

Na 2ª parte da sessão será apresentada o espectáculo SETE CRIANÇAS JUDIAS, de Caryl Churchill pelos alunos do 12º ano do Curso Profissional de Artes do Espectáculo do Liceu Passos Manuel,

Apresentada pela primeira vez em Portugal pela Companhia Escola de Mulheres, com encenação de Fernanda Lapa, esta é uma peça de teatro por Gaza, segundo as palavras da autora, a inglesa Caryl Churchill que estabeleceu que qualquer teatro português pode encenar “Sete Crianças Judias” gratuitamente, desde que utilize a versão da Escola de Mulheres sem alterações, mantenha a entrada gratuita e realize uma recolha para a Medial Aid for Palestinians.

Escrita como reacção aos confrontos entre Israel e Gaza, fala de um assunto que continua, infelizmente, actual: o conflito que opõe Israel à Palestina. Aborda a história de Israel desde o Holocausto até ao ataque israelita à Faixa de Gaza.

O Movimento Pelos Direitos do Povo Palestiniano e Pela Paz o Médio Oriente participa neste Especial Dia Mundial do Teatro.

1 Comment

  1. Grande trabalho de uma grande senhora e seus colegas. Parabéns Maria do Céu Guerra e teus companheiros de Teatro, pelos ensinamentos solidários e humanizados a jóvens que serão as mulheres e homens de amanhã.! Parabéns! E a luta continua pela Paz no Mundo!
    Com amizade, Isabel O’Sullivan

Leave a Reply