PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – FCT MANTÉM SILÊNCIO SOBRE ABERTURA DE CONCURSOS

banner_pi_bolseiros

Após uma semana de a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) ter assegurado junto dos bolseiros que participaram no protesto “A FCT deixa-nos às escuras, vamos iluminá-los” que o concurso para os contratos Investigador FCT abriria ainda na passada semana, e que os concursos para bolsas de doutoramento e pós-doutoramento abririam ainda durante o presente mês, eis que esta semana em comunicação escrita à Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis, já desmentem a abertura de concurso na semana passada para Investigador FCT, como aliás pudemos comprovar, remetendo de novo para a promessa que até ao final do mês tudo se resolverá.

Ciência e trabalho - bolseiros3

A FCT foi obrigada a falar perante protestos dos bolseiros, mas a sua política do silêncio é mantida ao mesmo tempo que as promessas ficam por cumprir.

O sucessivo adiamento da abertura dos concursos abre um precedente de irresponsabilidade e aleatoriedade no financiamento à I&D que a Investigação não pode suportar. Causa igualmente o caos no início do ano lectivo com a tardia publicação dos resultados, não estando assegurado sequer que as futuras bolsas tenham início em Janeiro de 2014, mas sim algures no início do próximo ano. Esta situação leva a que, p.e., bolseiros  de doutoramento tenham de pagar do seu bolso as propinas e inscrições nas instituições de acolhimento, ou os próprios centros e grupos de investigação não saibam até ao início do próximo ano a massa de investigadores que terão uma vez que estarão dependentes da atribuição destas bolsas.

Os sucessivos ciclos de precariedades  e irresponsabilidades para os quais os Investigadores são remetidos comprometem a sustentabilidade da Investigação em Portugal e as nossas vidas. A FCT deve responder publicamente pelo seu silêncio e pela entropia causada a instituições e investigadores que mais uma vez vêem a sua vida suspensa.

Leave a Reply