TEIMOSO – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet

Encontro em Paris em Agosto de 1953. Entre portugueses e africanos somos dez. Num avião romeno seguimos todos juntos para Bucareste, onde vai ocorrer mais um Festival da Juventude, de inspiração comunista.

 No cortejo inicial tu, ó Agostinho Neto, pretendes desfilar sozinho empunhando um cartaz com o nome ANGOLA. Aviso:

 Ó Agostinho, põe-te a pau, olha que vais ser um petisco para os fotógrafos. Para que a PIDE não te reconheça nos jornais, o melhor é usares óculos escuros e uma barba postiça muito comprida.

 Recusas:

 – Eu sou quem sou, nunca me disfarço.

– Tu lá sabes, ó teimoso…

 Em Lisboa, durante um comício de estudantes, operários e camponeses, outra vez és preso pela PIDE. Mas ninguém me tira da ideia que o motivo principal dessa nova detenção foi a fotografia do teu desfile em Bucareste…

Leave a Reply