“A TERTÚLIA OCIDENTAL”, DE ANTÓNIO JOSÉ SARAIVA – por José Brandão

livro&livros1

Mais uma nota transcrita do Dicionário Bibliográfico das Origens do Pensamento Social em Portugal , de José Brandão, – uma obra de António José Saraiva com chancela da Gradiva, Lisboa, 1996. 

Antero de Quental, nas Odes Modernas, fez nascer entre nós, uma escola poética que marcou Gomes Leal e Guerra Junqueiro; deixou reflexões em prosa que, até certo ponto, atenuamImagem1 a indigência filosófica que sempre nos caracterizou, e produziu nos Sonetos alguns dos momentos supremos da poesia portuguesa do século XIX. Eça de Queiroz continua a ser um dos pontos mais altos da prosa portuguesa. Oliveira Martins permanece o único historiador português, e o maior historiador da Península, único no sentido de que ninguém mais considerou a história de uma nação no seu conjunto como uma totalidade. Homens desta qualidade intelectual e afectiva foram como carvões que mutuamente se aquecem e que produziram uma luz que alumiou o final do século. A república foi o fruto que eles não desejaram, mas que a eles se deve, como se lhes deve também o sistema corporativo…

________________________

Leave a Reply