A CIDADE TEM MAU-HÁLITO! – por Rachel Gutiérrez

Imagem1

O Rio de Janeiro, a poucos meses da realização do Campeonato do Mundo de Futebol, carece de infra-estruturas básicas, como sendo uma rede de saneamento urbano com capacidade suficiente para servir os mais de seis milhões de habitantes da cidade (quase doze milhões na áea metropolitana) e os muitos milhares de visitantes que, de todo o mundo, irão afluir para assistir aos grandes acontecimentos desportivos de que a cidade irá ser cenário – a Copa do Mundo de Futebol 2014 e as Olimpíadas 2016. A nossa colaboradora Rachel Gutiérrez escreveu uma carta ao Jornal Globo. Não foi publicada. Lá como cá, há verdades inconvenientes… Aqui deixamos o seu protesto.

Há poucas calçadas no Rio que não cheirem a urina e excrementos.

Vivemos numa cidade sem infra-estrura sanitária, além de tudo o que falta.

Como é que vamos receber multidões de turistas, atletas, visitantes, torcedores do mundo inteiro se após uma noite de sábado na praia do Leme, por exemplo, toda a orla e as calçadas

cheiram a cloacas abertas? Neste caso, nada contra os visitantes da Zona Norte, mas toda a nossa  indignação com a falta de cuidado e de higiene da prefeitura que os recebe tão mal.

 Enquanto todos os quiosques das praias, assim como os bairros e o centro da cidade não tiverem banheiros públicos higienizados e mantidos limpos pela prefeitura, não poderemos

nos considerar civilizados, nem  teremos condições de receber quem quer que seja nesta Cidade Maravilhosa que, infelizmente, sofre de um desagradabilíssimo mau-hálito.

1 Comment

  1. Cara Rachel

    Excelente texto, o seu

    A meu ver, o Rio e a cidade mais linda do Mundo ! E nós cariocas, muito ingratos com ela

    Ela é tão linda e exuberante que, ingratamente, nos esquecemos de cuidar dela, de ter mais carinho e amor por ela, retribuindo o que, tão generosamente, ela nos oferece todos os dias : a sua beleza inebriante..

    Não a amamos como merece !

    Nós cariocas, cidadãos e governo, devolvemos a estonteante beleza que ela nos oferece poluindo de sua formosa baía, suas lagoas, seus rios, sujando e esburacando suas ruas e suas calçadas, maltratando-a com um trânsito infernal, com um péssimo transporte e com uma enorme e detestável dose de desordem e má educação.

    Assim, por nossa única e exclusiva culpa, em termos de urbanização, vias, sinalização, limpeza, iluminação, equipamentos e outros serviços urbanos ficamos a dever a outras cidades como Paris, Londres, Lisboa, B Aires, Lima, só para citar algumas delas que só são belas pela obra e graça de seus cidadãos.

    Sugiro que, nós cariocas e os profissionais da administração municipal, viajemos para deixar de achar normal os desmazelos de nossa cidade que, de tão linda, nos faz esquece-los.

    Antonio Manoel Garcia Gonçalves Rato

Leave a Reply to antoniorato Cancel reply