SOBRE O TEXTO DE RICARDO A MARX, DE MARX A RICARDO, SOBRE O LIVRO DE PIKETTY, SOBRE A DINÂMICA DAS DESIGUALDADES: ALGUMAS REFLEXÕES – por JÚLIO MARQUES MOTA

Falareconomia1

Sobre o texto de Ricardo a Marxde Marx a Ricardo, sobre o livro de Piketty, sobre a dinâmica das desigualdades: algumas reflexões

21 de Maio de 2014

Parte X

(CONTINUAÇÃO)

jmm - piketty - III

O capital não se reduz ao capital físico (terrenos, construções, equipamentos e outros bens com uma existência material). No conceito de capital incluímos igualmente o capital imaterial sob a forma de patentes e de outros direitos de propriedade intelectual que são contabilizados como activos financeiros… O capital corresponde à quantidade total de riquezas possuídas num momento do tempo.

De toda a maneira, a taxa de rentabilidade do capital mede os rendimentos que se obtêm relativamente ao total de riqueza de que se dispõe, por dado período de tempo, e quaisquer que sejam as formas jurídicas que assumem estes ganhos de rendimentos (lucros, rendas, dividendos, juros, royalties, mais-valias, etc.)…

Neste caso, a taxa de rentabilidade do capital é um conceito central de numerosas economias, em particular da economia marxista com a sua tese da baixa tendencial da taxa de lucro.

(continua)

________

Para ler a Parte IX deste trabalho de Júlio Marques Mota,  publicada ontem em A Viagem dos Argonautas, vá a:

SOBRE O TEXTO DE RICARDO A MARX, DE MARX A RICARDO, SOBRE O LIVRO DE PIKETTY, SOBRE A DINÂMICA DAS DESIGUALDADES: ALGUMAS REFLEXÕES – por JÚLIO MARQUES MOTA

 

1 Comment

Leave a Reply