SPEA – EXPOSIÇÃO “MAR SEM LIXO, OCEANOS DE VIDA” – CENTRO de MONITORIZAÇÃO e INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL da COSTA da CAPARICA – até 30 de SETEMBRO

banner

SPEA online nº 514, 13 de agosto de 2014

mar sem lixo - II

Exposição | “Mar sem Lixo, Oceanos de Vida”

A exposição estará patende no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa da Caparica até 30 de set.. Com o objetivo de abordar um problema que afeta os oceanos e zonas costeiras, esta exposição irá contar com a presença da SPEA para alertar para a captura acidental de aves marinhas em artes de pesca e também com a instalação Balaena Plasticus, um trabalho do fotógrafo Luís Quinta e da bióloga marinha Ana Pego, que representa uma baleia de barbas em escala real construída com objetos de plástico encontrados nas praias de Almada.

– Saiba mais

 CMIA – Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa da Caparica

Ver mais em:

 http://www.m-almada.pt/portal/page/portal/AMBIENTE/AGENDA/DETALHE/?ambiente_agenda_detalhe=43356699&cboui=43356699

CMIA da Costa da Caparica CMIA Costa da Caparica
Data
2014
Horário
Visitas por marcação apenas em dias úteis (ver abaixo).
   
Local / Locais
Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa da Caparica, Rua Catarina Eufémia 2825-315 Costa da Caparica (junto ao Jardim Urbano)
Descrição
O CMIA – Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa da Caparica é um equipamento municipal construído no âmbito do Programa Polis, criado com valências de informação, divulgação, educação, sensibilização e monitorização ambiental, com particular ênfase no património litoral e costeiro.
 
Além da componente de monitorização, o CMIA conta com um espaço polivalente, uma sala Atelier de Descoberta do Litoral, uma Biblioteca e Mediateca do Litoral, uma sala de reuniões e uma cafetaria, sendo que o destaque principal vai para o Aquário Virtual, um recurso inovador que recorre às novas tecnologias para dar a conhecer, de forma lúdica e interactiva, a fantástica biodiversidade existente na costa atlântica de Almada.

 

Leave a Reply