AMANHÃ, NA LER DEVAGAR, LANÇAMENTO DO LIVRO DE ONDJAKI, “OS VIVOS, O MORTO E O PEIXE FRITO por Clara Castilho

Deixe-se de preguiça e vá até à LerDevagar, às 18 h e 3º m. Só título já abre o apetite. Não por falar em peixe frito, mas porque está de acordo com que o escritor tem feito.

Nome estranho este. Quem é Ondjaki? De seu nome Nadlu de Almeida nasceu em Novembro de 1977 em Luanda.  Começou por utilizar as sebentas da escola para elaborar os seus primeiros textos. Viria a assinar as suas obras com o pseudónimo Ondjaki, palavra que em “umbundu”,  significa literalmente «aquele que enfrenta desafios» . O escritor informou que era para se ter chamado Ondjaki, mas que à última hora os seus pais decidiram mudar-lhe o nome. Quando começou a escrever achou bem pegar nesse nome que outrora lhe estivera destinado.

 ondjaki lançamento

Poeta e prosador, também escreve para cinema e co-realizou um documentário sobre a cidade de Luanda (“Oxalá cresçam Pitangas – histórias de Luanda”, 2006). É membro da União dos Escritores Angolanos. Alguns dos seus livros foram traduzidos para francês, espanhol, italiano, alemão, inglês, sérvio, sueco e chinês. Tem publicado contos, romances, novelas, poesia, literatura infantil.

De entre vários prémios, destaco:

-Finalista do prémio “Portugal TELECOM” (Brasil, 2007), “Bom dia Camaradas”. -“Os da minha rua” (contos), Grande Prémio APE (Portugal, 2007) -Finalista do prémio “Portugal TELECOM” (Brasil, 2008), “Os da minha rua”. – Grinzane for Africa Prize – Young Writer (Italia/2008). Em 2012 voltou a ganhar outro prémio, com o livro “Bicicleta Que Tinha Bigodes atribuído pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil brasileira que o escolheu como o melhor título destinado a crianças e jovens, aparecido no ano desse ano. Por sua vez, em Portugal, já lhe tinha sido atribuído o Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância. Em 2013 ganhou o Prémio José Saramago.

 Na altura, Ondjaki disse: “É bonito ver um livro angolano chegar a outras culturas”.

 

Leave a Reply