CASA DA ACHADA – OFICINA DE ILUSTRAÇÃO, A PALETA E O MUNDO, CINEMA com O PROCESSO DE JOANA D’ARC

Microsoft Word - 12-13 -OUT 14 10 artistas

Vamos pegar no texto da versão de Os dez anõezinhos da Tia Verde-Água de Filomena Marona Beja e fazer um livro ilustrado. Nos domingos do mês de Outubro vamos fazer as ilustrações com a ajuda de Felisbela Fonseca e Marta Caldas.

No mês de Novembro, já com o texto e as ilustrações, vamos fabricar esta edição caseira – a organização do livro, a paginação e a encadernação.

Para todos a partir dos 6 anos.  18h30 – Continuação da leitura comentada, com projecção de imagens, do prefácio de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio por Cristina Mora. Depois começamos com a leitura do 1º capítulo, «Chamemos-lhe divórcio», por Carla Mota.

«A pintura moderna é obra de loucos? A pintura moderna é a verdadeira e única pintura?
É um progresso? É a decadência extrema? É um logro? Uma provocação de génios ao seu tempo, a que só o tempo dará compreensão e seriedade? Quando Picasso pinta um duplo perfil, ou uma figura com olhos sobrepostos, está a divertir-se ou a insultar-nos? As cadeiras “tortas” de Matisse ocultam uma escandalosa negação para o desenho? Serão os críticos de arte, que escrevem espessos e ainda cima luxuosos volumes a propósito de Cézanne, de Léger, de Kandinski, de Braque, dissimulados agentes publicitários ou vítimas inconscientes da astúcia dos negociantes de quadros? Terão razão os milhares de pessoas que, em todo o mundo, dizem convictamente diante de um Rouault ou de um Klee: Isto também eu fazia?» Mário Dionísio

21h30 – Projecção de O processo de Joana d’Arc (1962, 65 min.) de Robert Bresson. Quem apresenta é António Rodrigues.

«O assunto verdadeiro [no filme] é Joana prometida ao fogo e a sua lenta agonia. É também a sua aventura interior e o enigma não elucidado desta maravilhosa rapariga de que nunca teremos a chave. E por fim o assunto é a injustiça tomando o aspecto da justiça, a razão seca lutando contra a inspiração, a Iluminação.» Robert BressonEXPOSIÇÃO «O 25 DE ABRIL AO AR LIVRE» NO PORTO:

  • INAUGURAÇÃO: O 25 DE ABRIL AO AR LIVRE
    Duas de Letra, Passeio de São Lázaro, 48, Porto
    Sábado, 11 de Outubro, 16h
    O Coro da Achada canta às 17h
    .
    São 20 painéis em tela com textos e imagens sobre o que mudou com o 25 de Abril a partir de um texto de João Martins Pereira: «… esses dois anos terão sido para muitos (para eles-próprios, mas sobretudo para uns milhões de trabalhadores da cidade e do campo, de “deserdados”, de explorados, de moradores de bairros de lata, de velhos e novos, homens e mulheres) os dois únicos anos da sua vida — até ver — em que agiram, comunicaram, participaram, decidiram, enfim intensamente viveram. Estariam eles materialmente melhor se não tem havido esses excessos e desvarios? Tudo leva a crer que não.»

HÁ TAMBÉM MAIS COISAS PARA VER E LER DURANTE O HORÁRIO DE ABERTURA (2ª, 5ª e 6ª das 15h às 20h, sábados e domingos das 11h às 18h):

  • EXPOSIÇÃO «10 ARTISTAS DE QUE MÁRIO DIONÍSIO FALOU». Exposição que reúne obras de 10 artistas sobre os quais Mário Dionísio escreveu em livros, prefácios, álbuns, catálogos, artigos: Cândido Portinari, Júlio Pomar, Júlio, Manuel Ribeiro de Pavia, Carlos de Oliveira, Abel Salazar, Júlio Resende, Manuel Filipe, Vieira da Silva e José Júlio.
  • BIBLIOTECA E MEDIATECA DA ACHADA
    A Biblioteca da Achada tem secções de Literatura, Arte, Cinema, Teatro, História, Ciência, Literatura Infanto-Juvenil, etc… Pode-se ler no local ou requisitar livros.
    Na Mediateca da Achada estão disponíveis os filmes que temos vindo a projectar nos nossos ciclos de cinema.
    O catálogo da Biblioteca e Mediateca está disponível na internet, aqui.
    Há também outros pólos da Biblioteca aqui no bairro. Já podem visitar e ler livros no pólo do restaurante Alcaide, na Rua de São Cristóvão, e no pólo do Posto de Atendimento de São Nicolau da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, na Rua da Prata.
  • LIVROS LIVRES
    No terreno em frente à Casa da Achada, desde que não chova, é só entrar, escolher, sentar-se um pedacinho ou a tarde inteira a folhear ou a ler. Para continuar, levar o livro começado ou a começar, e era bem bom deixar outro para o próximo que vier. Hoje mesmo ou amanhã.

EM QUALQUER DIA, COM MARCAÇÃO, É POSSÍVEL CONSULTAR:

  • CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO
    Constituído pelo arquivo de Mário Dionísio e pela sua biblioteca e de Maria Letícia Clemente da Silva (mais de 6000 volumes e mais de 200 publicações periódicas).
    O catálogo pode ser consultado na internet, aqui.

QUEM QUER EXPERIMENTAR TEATRAR?

  • GRUPO DE TEATRO DA ACHADA
    Quem quer experimentar usar a voz e o corpo para dizer coisas com ou sem palavras? O grupo, com F. Pedro Oliveira, ensaia habitualmente todas as terças-feiras às 21h. É só aparecer e participar.

QUEM QUISER E PUDER AJUDAR A CASA DA ACHADA:

Leave a Reply