EDITORIAL – A GRANDE BARREIRA DE CORAL AUSTRALIANA. UM PROBLEMA À ESCALA MUNDIAL

logo editorial

Desde sempre que a  vida no nosso planeta tem sido marcada pelo ascendente de umas nações sobre outras. Inclusive a história do mundo, para muita gente, ainda consiste na glorificação do predomínio que alguns países alcançaram em detrimento de outros. Nos últimos séculos, é verdade, tem-se tentado mudar esse estado de coisas. Contudo, o actual estado de coisas continua a ser muito insatisfatório. Por outro lado, existem obviamente problemas que têm de ser resolvidos a uma escala supranacional. São os problemas relativos às migrações, e os derivados das mudanças ambientais.

Enquanto que os problemas derivados da especulação financeira têm sido tratados com grande aparato, e passando por cima dos direitos dos indivíduos e das nações, sobretudo dos indivíduos e das nações com menor poder político e económico, os referidos no parágrafo acima têm sido negligenciados, na medida em que são confiados a organizações internacionais, com boas intenções indiscutíveis, é verdade, mas dotadas de poderes insuficientes, e meios muito escassos. Hoje pedimos a atenção para o caso da Grande Barreira Australiana, uma formação marinha coberta de coral que se estende a leste da Austrália e a sul da Nova Guiné/Papuásia, por mais de dois quilómetros, reconhecida como património mundial desde 1981. Devido às alterações climáticas e ambientais já perdeu mais de metade dos seus corais e a sua sobrevivência corre grande risco. A UNESCO tem informado que, á falta de medidas eficazes, lhe vai retirar o estatuto de património universal. Mas é preciso fazer muito mais, para evitar uma catástrofe que terá reflexos a uma escala muito alargada.

http://www.lemonde.fr/biodiversite/article/2015/02/03/la-grande-barriere-de-corail-merveille-en-danger_4568701_1652692.html

http://aviagemdosargonautas.net/2012/10/06/a-grande-barreira-australiana-esta-em-perigo/

Leave a Reply