O SONHO, QUANDO DEMASIADO VIVIDO…, do BARÃO DE TEIVE.

Imagem1

Estóico

 

 

 

 

 

 

O SONHO, QUANDO DEMASIADO VIVIDO…

 

BARÃO DE TEIVE

A EDUCAÇÃO  DO ESTÓICO

A impossibilidade de fazer arte superior

 

O sonho, quando demasiado vivido, ou familiar, torna-se uma nova realidade; tiraniza como ela; deixa de ser refúgio.  Os exércitos sonhados acabam por ser derrotados, como os que baqueiam e se desmoronam nos encontros e batalhas do mundo.

 

 

In A Educação do Estóico, edição de Richard Zenith, Assírio & Alvim, Lisboa, 1999.

Leave a Reply