ETIMOTECA – Salamaleque – por Octopus

Imagem1Na língua portuguesa utiliza-se o termo “salamaleques” para definir um tratamento ou um comprimento exagerado com excesso de cuidados. Por exemplo, diz-se de um pessoa que está “cheia de salamaleques”. Esta expressão teve origem no cumprimento árabe السلام عليكمAs-Salamu Alaikum” que quer dizer “que a paz esteja convosco“. É sempre usada no plural, mesmo quando dirigida a apenas uma pessoa, porque destina-se à pessoa em questão e aos seus anjos guardiões.

A resposta será و عليكم السلامWa Alaikum As-Salaam“que significa “e que a paz esteja também esteja convosco“. A saudação verbal é muitas vezes feita enquanto se curva o tronco e se toca a testa com a mão direita. O comprimento e a complexidade da frase de saudação, assim como a linguagem gestual, terão parecido demasiados exagerados aos olhos dos ocidentais que os terão visto como um excesso de cortesia. Assim das pessoas que adoptam um cumprimento demasiado cerimonioso diz-se que “estão cheias de salamaleques”.

Esta reverência profunda entre os árabes é o comprimento dos que professam a fé islâmica e na maioria dos casos acompanha-se actualmente com um simples aperto de mãos. Esse aperto de mãos é bastante suave e pode ser ligeiramente demorado, o que representa então um gesto franco e de amizade, depois a mão esquerda pode ser colocada junto ao coração. Em algumas formas mais tradicionalistas pode-se beijar as duas faces.

O islamismo proíbe qualquer contacto, o beijo ou o aperto de mão, entre um homem e uma mulher que não sejam casados. Depois do cumprimento poderão ser trocadas palavras lisonjeiras de cariz religioso “inshallah” que quer dizer “se Deus quiser” e que originou em português a expressão “Oxalá“.

Leave a Reply