No Centro Cultural de Belém dias 27 e 28 de Março às 21,00 MEET VOLMIR MEET LANDER – INÊS / ARRASTÃO

No CCB – Pequeno Auditório – dias 27 e 28 de Março às 21,00:

MEET VOLMIR MEET LANDER
INÊS | ARRASTÃO

f1InesByFernandaTafner inês arrastão dança

 

A Volmir Cordeiro e Lander Patrick, dois jovens criadores nascidos no Brasil e residentes na Europa, foi lançado um desafio: colaborar. Com absoluta autonomia de formato e de condução do processo criativo, deste encontro resultou uma noite em duas partes, tradução das suas presentes pesquisas e inquietações artísticas, distintas na essência e na forma: Inês e Arrastão.
Produção Materiais Diversos | Coprodução Centro Cultural de Belém, Materiais Diversos, Open Latitudes, Panorama | Projeto financiado no âmbito do protocolo tripartido entre o Governo de Portugal-Secretário de Estado da Cultura/DGArtes, Materiais Diversos e os municípios de Torres Novas, Alcanena e Cartaxo

Em Inês, Volmir Cordeiro confronta-se com a questão de como deixar habitar no seu pequeno corpo todo o imenso corpo de macumbeira de Inês. Como transmitir não só o seu objectivo insolente de pertencer ao mundo célebre mas também os resíduos de alegria, malícia, tristeza e vergonha que a fazem dançar.

Coreografia e Interpretação Volmir Cordeiro | Desenho de luz Séverine Rième | SomCristian Sotomayor | Costureira Sylvie Seguin | Colaboração artística Anne Lise Le Gac, Pauline Le Boulba e Pauline Simon | Produção e difusão Margot Videcoq | Produção executiva Météores | Coprodução Musée de la Danse, Théâtre de Vanves, Ménagerie de Verre, Centro Cultural de Belém, Materiais Diversos, Open Latitudes, Panorama | Apoio Météores, Centre National de la Danse – Pantin, Montévideo – Marseille, Laboratoires d’Aubervilliers |Residências/apresentações work in progress Palais de Tokyo, CNDC d’Angers, CoLABoratório Panorama e Laboratoires d’Aubervilliers
Duração 50 min

Em Arrastão, Lander Patrick convida o espectador a engajar-se activamente na construção de paisagens rítmicas. O performer/maestro um eixo de orquestrações que constituem matéria performativa comum. As fronteiras espaço de acção/espaço de observação diluem-se.

Coreografia Lander Patrick | Interpretação Jonas Lopes e Lander Patrick | Desenho de luzCarlos Ramos | Consultoria artística Jonas Lopes e Margarida Bettencourt e Teresa Gentil |Produção Materiais Diversos | Produção executiva e difusão Produções Independentes / Tânia M. Guerreiro | Coprodução Centro Cultural de Belém, Materiais Diversos, Open Latitudes – Latitudes Contemporaines, Vooruit, L’ Arsenic, Body/Mind, teatro delle Moire, Sin Arts Culture, le Phénix, MIR Festival, Materiais Diversos, financiada pelo programa cultura da comissão europeia
Apoio residências artísticas CoLABoratório Panorama, PACT Zollverein, Centro Cultural de Belém, O Espaço do Tempo, Alkantara, Centro Cultural do Cartaxo.
Projeto financiado no âmbito do protocolo tripartido entre o Governo de Portugal-Secretário de Estado da Cultura/DGArtes, Materiais Diversos e os municípios de Torres Novas, Alcanena e Cartaxo
Duração 45 min

Este espetáculo utiliza luz estroboscópica.

Duração 1h50

C/Intervalo
M/6

Preços
Plateia
13,5€
Laterais 11€

 

Leave a Reply