SEMINÁRIO “ALARGAMENTO DA ESCOLARIDADE OBRIGATÓRIA: CONTEXTOS E DESAFIOS” NO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, DIA 13 DE ABRIL

O Seminário “Alargamento da Escolaridade Obrigatória: Contextos e Desafios” vai ocorrer no dia 13 de Abril, no Auditório do Conselho Nacional de Educação.

 IMGescolaridadeobrigatria

O alargamento da escolaridade obrigatória até ao 12.º ano ou aos 18 anos de idade constitui uma etapa relativamente recente no sistema educativo português. A sua implementação tem suscitado um conjunto significativo de comentários e preocupações, muitos dos quais foram assinalados em documentos e reflexões produzidos no âmbito do Conselho Nacional de Educação (CNE).

Este Seminário pretende identificar e refletir sobre as várias dimensões desta problemática e assinalar problemas e desafios, nomeadamente:

  • Equidade e sucesso e inclusão de crianças e jovens com necessidades educativas especiais

  • Mobilização social para o sucesso educativo

  • Diferenciação de percursos e aprendizagens

  • Orientação escolar e profissional/decisão

  • Organização escolar

http://www.cnedu.pt/content/iniciativas/seminarios/Programa_seminario_escolaridade_obrigat%C3%B3ria_provis%C3%B3rio.pdf

O alargamento da escolaridade obrigatória até ao 12.º ano ou aos 18 anos de idade constitui uma etapa relativamente recente no sistema educativo português. A sua implementação tem suscitado um conjunto significativo de comentários e preocupações, muitos dos quais foram assinalados em documentos e reflexões produzidos no âmbito do Conselho Nacional de Educação (CNE). De entre as observações e recomendações feitas pelo CNE, destacam-se as que se prendem com a criação de condições de universalização do acesso ao nível secundário; a necessidade de se melhorar a qualidade do ensino e da formação de nível secundário; o combate aos atrasos sistemáticos na escolaridade dos alunos; o reforço das aprendizagens, apostando em estratégias pedagógicas atempadas e diferenciadas em função das necessidades dos alunos; a aposta na diversificação, flexibilidade e qualidade dos percursos de formação de modo a evitar o abandono escolar; a criação de plataformas territoriais, reguladoras das várias ofertas de ensino e formação existentes e a definição de uma política geral de orientação escolar e profissional. A discussão em torno da problemática do alargamento da escolaridade cruza diferentes dimensões: humana, organizativa, pedagógico-didática, social e territorial/comunitária e convoca múltiplos atores, não se esgotando nas instituições de educação escolar. “Na realidade, criar oportunidades educativas de qualidade para todos e para cada um dos jovens responsabiliza os próprios jovens e as escolas e implica e compromete não só os decisores políticos, mas também as famílias, as autarquias e o conjunto dos atores sociais de cada território” (CNE, Recomendação n.º 3/2012). O Seminário pretende identificar e refletir sobre as dimensões que a problemática percorre e assinalar problemas e desafios que a ela poderão ser associados, designadamente: · Equidade e sucesso e inclusão de crianças e jovens com necessidades educativas especiais; · Mobilização social para o sucesso educativo; · Diferenciação de percursos e aprendizagens; · Orientação escolar e profissional/decisão; · Organização escolar.

Contactos – Conselho Nacional de Educação

Morada
Rua Florbela Espanca
1700-195 LISBOATel: (+351) 217 935 245
Fax: (+351) 217 979 093

E-mail geral: cnedu@cnedu.pt

Leave a Reply