A CRISE NA ESPANHA JÁ PERTENCE À HISTÓRIA? por Edward Hugh – III

Temaseconomia1

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota

Mapa_Espanha_CC_AA

A crise na Espanha já pertence à história?

Edward HughIs The Crisis Now History In Spain?

A Fistful of Euros – European Opinion, 14 de Abril de 2015 

(CONTINUAÇÃO)

É o consumo das famílias que está na base da retoma

Como o emprego tem aumentado os salários reais (salários nominais ajustados pela inflação), as pensões aumentaram (uma vez que os preços ao consumidor caíram) a despesa naturalmente aumentou: de facto até nos parece estarmos no meio de um mini-boom pelo consumo, dinamizado pelo que é percebido como uma redução de curto prazo dos preços (que provavelmente se assemelham muitos a posição dos compradores perante muito bem vindas ofertas de desconto dos vendedores).

De acordo com o INE de Espanha as vendas a retalho cresceram (em termos de ajustadas pelos preços ) 1% em 2014 em comparação com 2013. Sublinho o ajustamento pelos preços uma vez que temos tido uma descida anual do índice de preços no consumidor de 1,1% em Dezembro e de 0,2% ao longo do ano, de modo que o aumento nas vendas em termos nominais seria ainda menor. Talvez esse aumento não seja uma mudança de jogo, mas depois de uma queda nas vendas de cerca de 30% qualquer melhoria, por pequena que seja, é bem vinda. No entanto as vendas de 2015 não se iniciaram numa base forte, pois iniciaram-se com uma queda de vendas a retalho nos dois primeiros meses. Eles caíram 0,7% versus Janeiro (e estas terão caído 0,4% versus Dezembro). Ainda devido à forte onda de outono as vendas teriam crescido 2,6% de ano a ano.

edwardhugh - XIII

O consumo das famílias – que inclui uma gama mais ampla de despesas que as vendas a retalho, incluindo os subsídios do governo nas vendas dos carros – teve em 2014 um ano muito forte e cresceu de 3,9%. Não é claro que este ritmo possa ser repetido em 2015, especialmente se a inflação começar a recuperar depois da desvalorização do euro.

edwardhugh - XIV

A actividade na construção a crescer novamente

A actividade de construção também tem vindo a aumentar. O valor da sua produção terá alcançado a taxa anual de 14,4% em Janeiro. O que é que está por detrás deste aumento de actividade não é nada claro, uma vez que se está perante um enorme número de casas não vendidas e a procura adicional (veja-se abaixo) deve ser limitada, mas certamente há actividade adicional envolvida na conclusão de edifícios inacabados, e nestas condições há muitos. Novamente, isto é (em teoria) um ano de eleições de modo que o aumento em despesas em infra-estruturas estará provavelmente a aumentar. Bem, de novo, o total da queda terá sido de 60%, daí que a repercussão positiva poderia ter sido antecipado.

edwardhugh - XV

IBEX sempre a subir?

O sector financeiro tem sido um dos principais beneficiários da retoma na economia espanhola, graças em grande parte ao difícil trabalho de Mario Draghi no BCE. Muitos irão lembrar as palavras imortais de Emilio Botín no final da sua vida[1]: “Es un momento fantástico para España, llega dinero de todas partes.” (“Este é um momento fantástico para Espanha, [literalmente,] está a chover dinheiro de todos os cantos do mundo ” Outubro de 2013). Como resultado o IBEX teve uns doze meses muito bons a partir de Julho de 2013 a Julho de 2014 (até talvez mias de 35%) mas no segundo semestre do ano passado lutou para permanecer ao nível de 10.000. O QE do BCE provavelmente será positivo para o índice em 2015

edwardhugh - XVI

Começam a chegar os rendimentos negativos para os titulos

O efeito da quantitative easing de Draghi tem-se feito sentir desde há muito tempo em toda a periferia da zona euro e os rendimentos dos títulos da Espanha estão agora a cair constantemente para mínimos históricos. O rendimento de dívida a 10 anos tem descido mais de metade sobre os últimos 12 meses e está agora em 1.39% (e continua a descer). Naturalmente estes rendimentos inferiores farão com que os pagamentos de juros do governo sejam inferiores (e de facto devido ao reembolso dos rendimentos de senhoriagem estes pagamentos tornar-se-ão nulos sobre os títulos adquiridos como parte do programa do BCE). Isso beneficia a todos, mas para além disto, o boom de IBEX e o aumento dos valores dos títulos que sempre acompanha a diminuição de rendimentos tem dado origem a enormes ganhos em dinheiro para algumas pessoas, mesmo que essas pessoas sejam uma pequena minoria da população espanhola (na verdade muitas vezes são até investidores externos). Isto significa por um lado que a dívida externa espanhola tem aumentado, enquanto por outro lado aqueles que mais sofreram durante a crise sentem-se ainda mais lesados por terem ficado de fora desta festa bem particular (o efeito do movimento Nós Podemos).

edwardhugh - XVII

É sempre possível que quando Mariano Rajoy abre a boca para declarar “vitória” isto muito provavelmente acaba por atingir ainda um outro grupo de pessoas que sentem que estão a ficar de fora dos “bons tempos”. Certamente isto é o que sugerem as sondagens de opinião publicadas pelo governo. Em Março, 41,8% das pessoas interrogadas pensam que a situação económica é ” má” e 33.8% acham-na ” muito má”, enquanto apenas 1,8% respondeu que está ” boa ” e 21,6% “passável”. Então, somos levados a pensar que é razoável dizer que os cidadãos espanhóis não aceitam muito bem os argumentos muito optimistas que lhes estão a ser oferecidos pelo governo, neste momento, e isso também se está a reflectir nas sondagens. Como muitos observadores políticos sublinham, a retoma económica deve ajudar o PP, mas primeiro o PP tem de convencer uma população céptica que esta recuperação é real, e que esta conversa sobre a retoma não é pura e simplesmente uma outra maneira de os tentar conduzir por maus caminhos.

(continua)

________

[1] Palavras que podem ser ouvidas em : https://www.youtube.com/watch?v=F1OoNOU0_QY

________

Para ler a Parte II deste trabalho de Edward Hugh, publicada ontem em A Viagem dos Argonautas, vá a:

https://aviagemdosargonautas.net/2015/05/15/a-crise-na-espanha-ja-pertence-a-historia-por-edward-hugh-ii/

_________

Edward Hugh, Is The Crisis Now History In Spain? Texto publicado em A Fistful Of Euros-European Opinion, disponível em:

http://fistfulofeuros.net/afoe/is-the-crisis-now-history-in-spain/

 

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: