“BILINGUE”, INSERIDO NO PROJECTO “NÓS”, LIGA GALIZA E PORTUGAL, NO TEATRO DONA MARIA II, DE 3 A 7 DE JUNHO

PROJETO NÓS

O projeto NÓS é a base de um conjunto de sinergias entre Portugal e a Galiza. Investir nas relações com a Galiza significa investir no futuro. Este é, por isso, um projeto de cooperação entre três escolas de teatro (Lisboa, Porto e Vigo), os dois teatros nacionais (TNDM II e TNSJ) e o Centro Dramático Galego, para criar condições de produção nacional tendo em vista a circulação profissional de alunos portugueses e galegos. Com isto, tentaremos criar desde o processo de formação redes artísticas e de criação. O projeto NÓS tem o plano fundamental de criar redes para o futuro. Será constituído por duas edições, a primeira das quais decorrerá no ano de 2015 e a segunda em 2016.

bilingue3.6
Façamos o ponto. Onde é que nos encontramos?

O Gótico matou o Românico, a fotografia matou os Pré-Rafaelitas, os Séculos Escuros mataram o Galaico-Português, o Fukuyama matou a História, o 11 de Setembro matou a ironia… E com quem é que se pode contar daqui para diante? Nietzsche matou Deus, o Benjamin matou-se, os russos mataram a Laika, um touro matou o Manolete, o álcool matou o Eusébio… O Foucault morreu em 84, o Lyotard morreu em 88, o Derrida morreu em 2004, o Baudrillard morreu em 2007… O Shia LaBeouf já não é famoso e para cúmulo foi violado dentro de um museu. E agora já ninguém quer ser artista e nós não sabemos se somos anti-arte ou anti-anti-arte, até porque a anti-arte já morreu e contra os mortos não há nada a fazer.

Façamos então o ponto. Afastemos o nevoeiro da ironia com ajuda do real. Onde está ele? O que sobrou depois da destruição?

De 3 a 7 de Junho, na sala estúdio, 4.ª  às 19h15, de 5.ª a sáb. às 21h15 e domingo às 16h15, apresenta-se “Bilingue”.

 FICHA ARTÍSTICA

 um espetáculo de José Maria Vieira Mendes Pedro Zegre Penim

texto José Maria Vieira Mendes
encenação Pedro Zegre Penim 
com Ailén Kendelman, Sabela Ramos Candedo (ESAD), Ana Tang, Frederico Serpa (ESTC), Diana de Sousa, Mariana Magalhães (ESMAE) e participação de Luísa Osório e Marc Xavier
cenografia Lucas Rodrigo Fernández (ESAD)
figurinos Cláudio Alves (ESTC)
desenho de luz João Abreu (ESMAE)
assistência de encenação Marc Xavier (ESTC)
direção de cena Luísa Osório (ESMAE)
parceria TNDM II, TNSJ, AGADIC, ESAD Galicia, IPP/ESMAE, IPL/ESTC
M/12

Leave a Reply