“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Homenagem a James Last

logotipo-sillencio-da-noite6

Morreu o líder de big band James Last, um compositor de “música feliz”. James Last, que liderou a “big band “ alemã de maior sucesso no pós-II Guerra e que se celebrizou pela composição de música ligeira a que chamava “música feliz”, morreu aos 86 anos nos EUA. O compositor ficará associado ao chamado “Happy Party Sound”, como descreve o diário alemão Die Welt, ou à “happy music”. Iniciou a sua carreira profissional já na década de 1960. Nascia então, em 1964, a banda James Last and His Orchestra, uma big band que, como detalha a BBC, era composta por uma secção adicional de cordas e também por um coro. A secção rítmica, por seu turno, era organizada como se de um grupo rock se tratasse. James Last e a sua orquestra, interpretam ao vivo em Berlin no ano de 1982, “non-stop medley of Can’t Stop the Music”.

A sua canção de maior sucesso, assinada com Jackie Rae é mais uma vez um tema “feliz” – Happy Heart (1969) foi gravada pela cantora britânica Petula Clark.

Como compositor, um dos seus maiores êxitos é o tema Fool, interpretado por Elvis Presley e integrado no seu álbum de 1973 intitulado “Elvis”. É também conhecido como “The Fool”  o nome do single escrito por Last e Carl Sigman.

Uma das suas canções, “Einsamer Hirte” (O Pastor Solitário) integra a banda-sonora do filme de Quentin Tarantino “Kill Bill” (2003). Banda sonora composta e dirigida por James Last e interpretada por Zamfir. Espectáculo ao vivo em London no ano de 1978.

 

 

1 Comment

Leave a Reply to dionisiorebelo66 Cancel reply