LANÇAMENTO DO LIVRO”SER CRIANÇA NÃO DEVERIA DOER”, DIA 23 DE JULHO ÀS 18H30.

Trata-se de uma tipologia de maus-tratos infantis diagnosticados num Hospital de Lisboa e irá ocorrer no dia 23 de Julho, 5ª feira, às 18h30, no MDV SEDE – Movimento de Defesa da Vida (Rua da Beneficência, n.º 7 | 1050-034 Lisboa).

É de autoria de  Zélia Barroso e terá apresentação de Helga Sanches da Costa (Psicóloga Clínica) . É uma publicação das Edições Colibri.

1930_big

 Sinopse:

Este livro baseia-se nos resultados de uma investigação sociológica sobre crianças vítimas de maus-tratos, diagnosticados nos serviços de Pediatria e Pedopsiquiatria de um Hospital público de Lisboa. As suas conclusões desafiam pré-noções que teimam em associar apriorística e exclusivamente maus-tratos a meios sociais desfavorecidos. Pelo contrário, afectam na generalidade crianças provenientes de todos os meios sociais, afectam-nas porém diferentemente, consoante a posição que a família de pertença da criança ocupa no espaço social. Contribuir para a construção de uma tipologia de maus-tratos infantis e para o desenvolvimento da investigação deste problema social, constitui o objectivo principal desta obra, que se espera ser útil para todos os que lidam de perto com crianças e (potencialmente) com esta dura realidade.

Leave a Reply