EXPOSIÇÃO “ONE’S OWN ARENA”, NO MUSEU DE ELETRICIDADE, ATÉ 13 DE DEZEMBRO

José Pedro Cortes

16 outubro a 13 dezembro 2015

Lisboa – Museu da Eletricidade – Cinzeiro 8

felipe_o_batista_0025

Comissário: Nuno Crespo

José Pedro Cortes (1976) é um dos mais relevantes nomes da jovem fotografia portuguesa.

José Pedro Cortes usa a fotografia para mostrar o lado quotidiano da vida, o casual, o banal. Interessa-lhe o estudo do corpo anónimo, tanto da mulher como do homem, que retrata nesta série pela primeira vez, e os limites e a tensão da relação masculino/feminino. Aprofundou também o estudo dos espaços interiores onde insere os modelos, os objetos e os seus materiais.

José Pedro Cortes regressou este ano à cidade de Toyama no Japão. Anteriormente, em 2012, tinha sido convidado a passar 6 semanas a fotografar nesta cidade, no âmbito do projeto “European Eyes on Japan”.

Entre abril e maio deste ano decidiu voltar e procurar o mesmo tipo de cenários e personagens: homens e mulheres vulgares, sem nenhuma história particular ou marca social que os distinguisse de todos os outros que encontrava na rua.

O resultado é uma seleção de 39 fotografias retratam de forma intensa personagens anónimas, ruas, objetos que surgem do olhar contemporâneo do artista.

«São umas ruas, 6 ou 7 pessoas, um restaurante, o mesmo quarto de hotel e pouco mais. Tudo isto num país muito diferente, com dificuldade de comunicação. Mas é a rotina de voltar às pessoas e aos sítios e a forma frágil e intensa com que as imagens foram feitas que me faz pensar em Toyama como um território».  José Pedro Cortes.

O ARTISTA

José Pedro Cortes (1976) é um dos mais relevantes nomes da jovem fotografia portuguesa, em forte processo de internacionalização da sua obra fotográfica e das suas publicações. Foi recentemente nomeado para o Novo Banco Foto. O seu trabalho desenvolve-se sempre sobre os lugares e as pessoas, num exercício de intimismo e descoberta, de segredo e revelação.

Leave a Reply