CONFERÊNCIA “PARA ALÉM DO INFERNO CRISTÃO DO MARQUÊS DE SADE: LEITURAS SURREAL-ABJECCIONISTAS DE BOCAGE, DIA 17 DE NOVEMBRO, ÀS 18H30, NA BIBLIOTECA NACIONAL

A Biblioteca Nacional de Portugal assinala os 250 anos do nascimento de Bocage com a exposição Da inquietude à transgressão: eis Bocage…, comissariada por Daniel Pires, e uma série de conferências sobre o poeta.

agenda-foto-destaque-bocage

A conferência “Para além do Inferno Cristão do Marquês de Sade»: leituras surreal-abjeccionistas de Bocage” será apresentada por Rui Sousa:

O Surrealismo em Portugal, à semelhança do que ocorreu com o seu homólogo francês, manteve um permanente diálogo com o passado, no que respeita à recuperação e releitura de autores considerados como precursores do olhar libertino que nos parece ter caracterizado a sua postura e as manifestações dinâmicas do seu pensamento profundamente crítico.

Pela natureza dos ideais expressos em alguns dos seus poemas e pelo imaginário poético subjacente ao seu percurso acidentado, Bocage não poderia estar ausente do movimento genealógico concretizado nos textos e antologias coordenadas por autores ligados ao movimento surrealista português.

Nesta comunicação, procuraremos dar a conhecer algumas dessas referências a Elmano Sadino, com destaque para o que dele diz Mário Cesariny em Horta de Literatura de Cordel e para o lugar estratégico que ocupou na definição de uma determinada atitude de oposição, em textos de autores como Ernesto Sampaio e Luiz Pacheco.

Leave a Reply