Posts Tagged: biblioteca nacional

EXPOSIÇÃO “DO CONVENTO AO CAMPO GRANDE – BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL 1969-2019” – ATÉ DIA 4 DE OUTUBRO

  Em 1837, a Biblioteca Nacional foi instalada no antigo Convento de São Francisco, ao Chiado, na sequência da extinção das ordens religiosas. Dos conventos de todo o país chegavam coleções de livros, móveis, pinturas, instrumentos científicos, que se juntavam

EXPOSIÇÃO “DO CONVENTO AO CAMPO GRANDE – BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL 1969-2019” – ATÉ DIA 4 DE OUTUBRO

  Em 1837, a Biblioteca Nacional foi instalada no antigo Convento de São Francisco, ao Chiado, na sequência da extinção das ordens religiosas. Dos conventos de todo o país chegavam coleções de livros, móveis, pinturas, instrumentos científicos, que se juntavam

AVISO AOS LEITORES DA BIBLIOTECA NACIONAL: ALTERAÇÃO AO REGULAMENTO GERAL DE ACESSO AOS SERVIÇOS E COLEÇÕES

Por alteração ao Regulamento Geral de Acesso aos Serviços e Coleções da BNP (ponto 22), a partir do próximo dia 2 de maio passa a ser possível aos leitores efetuarem cópias digitais dos documentos que vão à leitura através dos

AVISO AOS LEITORES DA BIBLIOTECA NACIONAL: ALTERAÇÃO AO REGULAMENTO GERAL DE ACESSO AOS SERVIÇOS E COLEÇÕES

Por alteração ao Regulamento Geral de Acesso aos Serviços e Coleções da BNP (ponto 22), a partir do próximo dia 2 de maio passa a ser possível aos leitores efetuarem cópias digitais dos documentos que vão à leitura através dos

EXPOSIÇÃO “D. MARIA II E A MÚSICA NO SEU TEMPO” NA BIBLIOTECA NACIONAL ATÉ 30 DE ABRIL

  O reinado de D. Maria II (1826-1828 e 1835-1853) assistiu ao nascimento de um novo quadro político e foi marcado pelo influxo do romantismo e por uma mutação cultural e das sensibilidades. No quadro das celebrações do bicentenário do

EXPOSIÇÃO “D. MARIA II E A MÚSICA NO SEU TEMPO” NA BIBLIOTECA NACIONAL ATÉ 30 DE ABRIL

  O reinado de D. Maria II (1826-1828 e 1835-1853) assistiu ao nascimento de um novo quadro político e foi marcado pelo influxo do romantismo e por uma mutação cultural e das sensibilidades. No quadro das celebrações do bicentenário do

EXPOSIÇÃO “LIVRO DO DESASSOSSEGO”, DE SÍLVIA HESTNES FERREIRA NA BIBLIOTECA NACIONAL

   |21 jun. – 17 set. ’16 | Sala de Exposições | Entrada Livre De visita ao atelier de Sílvia Hestnes Ferreira, por entre a apreciação dos seus desenhos e guaches e em conversa com ela, fomos de repente levados a falar sobre

EXPOSIÇÃO “LIVRO DO DESASSOSSEGO”, DE SÍLVIA HESTNES FERREIRA NA BIBLIOTECA NACIONAL

   |21 jun. – 17 set. ’16 | Sala de Exposições | Entrada Livre De visita ao atelier de Sílvia Hestnes Ferreira, por entre a apreciação dos seus desenhos e guaches e em conversa com ela, fomos de repente levados a falar sobre

HOMENAGEM A JOSÉ GARCÊS NOS 80 ANOS DE “O MOSQUITO”, DIA 30 DE MARÇO, ÀS 17H30, NA BIBLIOTECA NACIONAL

Homenagem a José Garcês nos 80 anos d’O Mosquito SESSÃO | 30 mar. ’16 | 17h30 | Auditório BNP | Entrada livre Integrada nas comemorações dos 80 anos d’O Mosquito, a sessão é uma homenagem ao autor de BD e

HOMENAGEM A JOSÉ GARCÊS NOS 80 ANOS DE “O MOSQUITO”, DIA 30 DE MARÇO, ÀS 17H30, NA BIBLIOTECA NACIONAL

Homenagem a José Garcês nos 80 anos d’O Mosquito SESSÃO | 30 mar. ’16 | 17h30 | Auditório BNP | Entrada livre Integrada nas comemorações dos 80 anos d’O Mosquito, a sessão é uma homenagem ao autor de BD e

APRESENTAÇÃO de “O FLUIR DO TEMPO – POESIA REUNIDA”, de MANUEL SIMÕES – AMANHÃ, 12 de FEVEREIRO, às 18 horas – BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Do site de Edições Colibri: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1972 Sinopse: Poesia que cruza a História e que, cruzando-a, a torna história de um e de todos; poesia da Voz que se manifesta em grito, rompendo o silêncio mas tornando constantemente a ele; poesia

APRESENTAÇÃO de “O FLUIR DO TEMPO – POESIA REUNIDA”, de MANUEL SIMÕES – AMANHÃ, 12 de FEVEREIRO, às 18 horas – BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Do site de Edições Colibri: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1972 Sinopse: Poesia que cruza a História e que, cruzando-a, a torna história de um e de todos; poesia da Voz que se manifesta em grito, rompendo o silêncio mas tornando constantemente a ele; poesia

APRESENTAÇÃO de “O FLUIR DO TEMPO – POESIA REUNIDA”, de MANUEL SIMÕES – 12 de FEVEREIRO, às 18 horas – BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Do site de Edições Colibri: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1972   Sinopse: Poesia que cruza a História e que, cruzando-a, a torna história de um e de todos; poesia da Voz que se manifesta em grito, rompendo o silêncio mas tornando constantemente a ele;

APRESENTAÇÃO de “O FLUIR DO TEMPO – POESIA REUNIDA”, de MANUEL SIMÕES – 12 de FEVEREIRO, às 18 horas – BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Do site de Edições Colibri: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1972   Sinopse: Poesia que cruza a História e que, cruzando-a, a torna história de um e de todos; poesia da Voz que se manifesta em grito, rompendo o silêncio mas tornando constantemente a ele;

COLÓQUIO “Orpheu Filosófico”, DIA 26 DE NOVEMBRO, ÀS 11H30, NA BIBLIOTECA NACIONAL, EM LISBOA

| 26 nov. | 11h30 | Auditório BNP | Entrada livre Por ocasião dos 100 anos do lançamento da revista Orpheu, realiza-se o Colóquio Orpheu Filosófico, que pretende chamar a atenção para o contributo da chamada Geração de Orpheu para a reflexão filosófica e para

COLÓQUIO “Orpheu Filosófico”, DIA 26 DE NOVEMBRO, ÀS 11H30, NA BIBLIOTECA NACIONAL, EM LISBOA

| 26 nov. | 11h30 | Auditório BNP | Entrada livre Por ocasião dos 100 anos do lançamento da revista Orpheu, realiza-se o Colóquio Orpheu Filosófico, que pretende chamar a atenção para o contributo da chamada Geração de Orpheu para a reflexão filosófica e para