MNAC – em DEZEMBRO

logo

Dezembro no MNAC

2015-12-01

Caros Amigos

No MNAC fazemos jus ao mês de dezembro e também por cá é tempo de grande azáfama.

No próximo dia 4, sexta-feira, às 19h00, inaugura a exposição «We Shall Overcome!» com uma performance da Rita GT, na qual participam  o músico nigeriano Keziah Jones e um grupo de bailarinos. A artista apropria-se do tema musical de contestação “We Shall Overcome” (cantado por Pete Seeger, Joan Baez entre outros) e enquadra-o nos tempos de instabilidade social que hoje vivemos. O cenário e vídeo feitos durante o evento ocuparão a parede do Echoes, no Atrium do MNAC, até ao dia 10 de Janeiro.

Na sexta-feira seguinte, dia 11, ao meio dia e meia, anunciamos o vencedor do Prémio Sonae Media Art. As cinco obras finalistas estarão em exposição nas galerias do Piso 3 do MNAC até 31 de janeiro. As expectativas foram superadas e estamos muito satisfeitos com a qualidade que o Prémio conseguiu atingir nesta sua primeira edição.

No sábado dia 19, celebramos o solstício de inverno: a programação vai entrar pela noite dentro: visitas guiadas, histórias contadas, etc, etc. tudo organizado pela Patrícia Portela com a Tatiana Macedo, o Rui Penha, o Diogo Evangelista e os Musa paradisiaca e ainda muitos outros convidados. Após o fecho das portas do MNAC, às 12 badaladas, a noite continuará, lá fora, em espaços físicos a anunciar e no ciberespaço através da auto-rádio insónia. Daqui a uns dias já poderá consultar o programa detalhado no nosso website www.museuartecontemporanea.pt.
Os acontecimentos desta noite resultarão  num livro híbrido e num documentário sobre o sono e a insónia e a sua relação com a arte, com o contributo de todos os participantes e o lançamento agendado para 2016. Talvez no solstício de verão.

Mas não é tudo: exposição também imperdível é a de Rui Toscano. Civilizações de Tipo I, II e III, com curadoria de Nuno Faria. 22 obras, das quais 21 inéditas, nos pisos 1 e 2 do MNAC, Rua Serpa Pinto. A exposição, pode ser visitada aqui, até ao dia 14 de fevereiro.

Na Sala Sonae, continua até 24 de janeiro a mostra dos trabalhos finalistas do Festival Loops Lisboa numa colaboração já consolidada entre o MNAC e o Festival Temps d’Images.

Por último, mas não menos importante, no MNAC, Rua Capelo, prossegue a exposição Narrativa de uma Coleção. Arte Portuguesa na Coleção da Secretaria de Estado da Cultura (1960-1990), oportunidade para ver ou rever obras de Alberto Carneiro, Lourdes de Castro, Ângelo de Sousa, Jorge Martins, Leonel Moura, Salette Tavares, Fernando Calhau, José Escada, Joaquim Rodrigo, Jorge Martins, Noronha da Costa, Álvaro Lapa, Paula Rego, entre muitos outros autores incontornáveis para qualquer reflexão sobre a arte portuguesa das décadas de 1960, 1970 e 1980.  A exposição desenvolve-se num espaço totalmente renovado do antigo Convento de S. Francisco, ganho para o MNAC este verão.

Toda a informação em www.museuartecontemporanea.pt.

 

 

 

 

 

 

PREMIO SONAE 2015

de 2015-11-21 a 2016-01-31

Novembro de 2015 - I

Exposição das obras dos cinco artistas finalistas

 

RUI TOSCANO. Civilizações de Tipo I, II e III

de 2015-11-21 a 2016-02-14

Novembro de 2015 - II

Exposição individual de novos trabalhos do artista

 

Narrativa de uma Coleção

Arte Portuguesa na Coleção da Secretaria de Estado da Cultura (1960-1990)

de 2015-07-16 a 2016-06-12

Novembro de 2015 - III

A exposição desta coleção dá a conhecer o novo espaço do MNAC – Museu do Chiado na Rua Capelo

 

Echoes on the Wall

Rita GT: We Shall Overcome!

de 2015-12-05 a 2016-01-10

Novembro de 2015 - IV

Ciclo de exposições individuais que reúne jovens artistas de origem portuguesa, a trabalhar e residir fora do seu país de origem.

 

Temps d’Images LOOPS.LISBOA

de 2015-10-15 a 2016-01-24

Novembro de 2015 - V

Exibição dos trabalhos dos 3 finalistas do Prémio Loop

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Próximas Actividades

Inauguração da exposição de Rita GT “We Shall Overcome!”
(Echoes on the Wall)

2015-12-04 às 19h00

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

assinatura

 

 

 

 

 

rodapé - I

Leave a Reply