EDITORIAL – A DESIGUALDADE CRESCE, E NÓS ENCOLHEMOS

logo editorial

Um relatório recente do Oxford Committee for Famine Relief – (OXFAM) mostra que 62 bilionários, os 62 habitantes mais ricos do nosso planeta, são detentores de meios de fortuna equivalentes aos da metade mais pobre. Em 2010, ainda segundo a OXFAM, eram 388 as pessoas mais ricas, ao nível global do nosso planeta, a deter os mesmos meios de fortuna que a metade mais pobre. Em 2014 eram 80.

CY-u4DSWYAA5cao

Este crescimento do indicador de  concentração de riqueza deve-se a que o rendimento da metade mais pobre da população do planeta tem vindo a decrescer. E que a diferenciação de rendimento, mesmo na metade mais rica da população do planeta, é cada vez maior. Tal se deve ao investimento cada vez maior na especulação financeira, precisamente pelos detentores da maior parte da riqueza, investimento esse feito sem correspondência na economia real, de produção de bens e serviços necessários no dia a dia do grosso da população.

Quando nos preocupamos com as escolhas que temos de fazer no nosso dia a dia, nesta economia de mercado que nos impõem, quando procuramos seleccionar entre as opções com que nos defrontamos neste sistema de democracia representativa tão limitado, que nos querem fazer crer que é o menos mau possível, e para o qual nos querem fazer crer que não há alternativa, não nos esqueçamos destes números tão simples, mas que temos de interpretar bem.

Propomos que acedam aos links seguintes:

http://www.oxfam.org.uk/media-centre/press-releases/2016/01/62-people-own-same-as-half-world-says-oxfam-inequality-report-davos-world-economic-forum?intcmp=HPWWLWP_grid_davospr

http://www.theguardian.com/business/2016/jan/18/richest-62-billionaires-wealthy-half-world-population-combined?CMP=Share_iOSApp_Other

http://expresso.sapo.pt/economia/2016-01-18-62-multimilionarios-ja-tem-mais-riqueza-do-que-metade-da-populacao-mundial

 

Leave a Reply