Na Fundação Calouste Gulbenkian de 11 de Março a 13 de Junho 2016 Ana Torfs – Echolalia | CAM

Na Gulbenkian de 11 de Março a 13 de Junho 2016  |  Das 10:00 às 18:00  |  Encerra à terça-feira

exposição

Ana Torfs – Echolalia

Curadora: Caroline Dumalin

CAM

CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO DAS IMAGENS: As imagens destinam-se exclusivamente à divulgação da exposição Ana Torfs – Echolalia, devendo a sua publicação ser acompanhada dos respetivos créditos fotográficos (assinalados). A Fundação Calouste Gulbenkian declina quaisquer responsabilidades pelo uso indevido destas imagens.

Curadoria: Caroline Dumalin

“Echolalia” refere-se à repetição de palavras de uma criança quando aprende a falar, mas também descreve uma condição médica que faz alguém repetir palavras e frases compulsivamente. Sob este título equívoco, Ana Torfs (1963, Bélgica), que tem vindo a compor uma obra única e visualmente surpreendente desde o início da década de 1990, apresenta o seu mais recente trabalho na forma de quatro instalações distintas mas relacionadas entre si. Esta exposição, iniciada pelo WIELS, em Bruxelas, aborda questões fundamentais da representação e das suas estruturas narrativas, as quais ocupam um papel central no trabalho da artista. O amplo conjunto de mecanismos de reprodução a que Ana Torfs recorre, que originam desde instalações audiovisuais e fotográficas a séries de serigrafias e tapeçarias, convocam divertidas e poéticas traduções de linguagem ou texto em imagens e vice versa.

Bilheteira

Entrada no CAM: 5 €

Entrada gratuita ao domingo

 

 

Leave a Reply