No Palácio Foz dia 27 de Junho 2016 às 18:00 | Recital de piano e flauta com Ingrid Sotolarova e Gil Magalhães

No Palácio Foz – Sala dos Espelhos – dia 27 de Junho às 18:00

Recital de piano e flauta com Ingrid Sotolarova e Gil Magalhães

recital

INGRID SOTOLAROVA

Nasceu em Brno (República Checa). Iniciou os seus estudos musicais nos seis anos da idade; em 1969 ganhou o Prémio no Concurso Nacional de Piano das Escolas Musicais Básicas de Checoslováquia, em 1976 obteve o Diploma de finalista do Concurso Internacional “Prémio Beethoven” e 1981 e 1986 ganhou o III.Prémio e Prémio Especial para Interpretação de Música Contemporânea no Concurso Nacional “Prémio Beethoven”.

Obtendo o Diploma de Professora de  piano e de pedagogia em Conservatório Estatal de Música de Brno (1978), continuou os seus estudos na Janacek Academia Superior das Artes Musicais (JAMU) em Brno, com a professora Inessa Janichkova (discípula de Heinrich Neigaus) e concluiu a Licenciatura e Mestrado de Interpretação Pianística e Pedagogia em 1982.

Em anos 1983 – 1992 trabalhou como pianista acompanhante e membro da Orquestra da Ópera Nacional de Brno e Assistente Especial no departamento de Cordas e Canto de Ópera em Academia Superior das Artes Musicais(JAMU), Brno.

Desde o ano 1992 prossegue a sua atividade docente e pianística em Espanha e Portugal. Tem atuado em numerosos recitais como solista e pianista acompanhante em Republica Checa, Espanha, Portugal, Alemanha, Grécia e Brasil, realizou gravações pela RTP – Antena 2 e gravou o CD Metamorphoses com o saxofonista Luis Ribeiro.

Nos anos 1998 – 2010 foi professora de piano em Conservatórios de Musica em Vigo (Galiza), pianista acompanhadora nas Escolas Profissionais Artísticas do Viana do Castelo (EPMVC) e Vale do Ave(ARTAVE). Desde 2003  até 2013 era pianista titular da Coral Casablanca del Círculo Mercantil de Vigo e desde 2010 até 2015 trabalha como assistente convidada no Departamento da Música da Universidade do Minho (Braga) e ESMAE (Porto).

Atualmente trabalha como docente e pianista acompanhante na Academia de Música (AMVMS) em Guimarães. É doutoranda de Artes Musicais em Universidade Nova – Lisboa.

GIL MAGALHÃES

Nasceu no Porto em 1974, tendo iniciado os estudos musicais com o seu pai, José Magalhães, aos 9 anos. Optou pela flauta transversal aos 13 anos, ingressando no Conservatório de Música do Porto e concluindo três anos mais tarde o curso de flauta na classe do professor Olavo Barros.

Prosseguiu os seus estudos e frequentou Masterclasses com Wendy Quilan, Sabina Laurain, Aurele Nicolet, Felix Renggli, entre outros.

Licenciado em Flauta Transversal na classe do professor Eduardo Lucena, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, concluiu a sua licenciatura com elevada classificação. Atualmente, no âmbito do curso de investigação conducente ao grau de Doutor em Performance Musical na Universidade de Aveiro, prepara a sua dissertação de tese de Doutoramento.

Vencedor nas edições de 1988 e 1990 do 1ºPrémio Regional nos concursos da “Juventude Musical Portuguesa”, obteve também o 1º lugar nos concursos para a “Orquestra Sinfónica da Juventude Luso Francesa”, “Orquestra Portuguesa da Juventude”, “Orquestra Sinfónica das Escolas de Música” e “Orquestra Regional do Norte”. Foi flautista convidado na” RÉGIE SINFONIA” – Orquestra do Porto, tendo colaborado com outras formações orquestrais e camerísticas.

De 1993 até 2004 foi flautista da Orquestra do Norte, 1ª flauta solista “A” desde 1998, na qual realizou, durante este período, mais de 1000 concertos em Portugal, Espanha e França, tendo realizado vários concertos como solista.

Trabalhou, entre outros, com os maestros Kristof Penderecky, Enrique Bátiz, Leo Brower, Roland Mélia, James Tuglle, e com intérpretes como Patricia Kopachinskaya, Eduardo Isaac, Duo Assad, Michel Lethiec, José Carreras, Andrea Bocelli e Scorpions.

Participou na gravação de emissões para a RTP, SIC, Antena 2, bem como na diversa discografia da Orquestra do Norte. Em 2003 recebeu o convite do Maestro Enrique Batiz para, na qualidade de Flautista Co principal, integrar a Orquestra Sinfónica do Estado do México, na temporada 2004. Desde 2006, juntamente com o guitarrista Carlos Lima, forma o “ExpressOriente Duo” , projeto dedicado à música contemporânea e novas sonoridades.

É desde 2008 1º Flauta da Orquestra da Universidade do Minho. É professor de Flauta Transversal, Técnicas de Interpretação e Música de Câmara no Departamento de Música do Instituto de Línguas e Ciências Humanas da Universidade do Minho, na Academia de Música Valentim Moreira de Sá em Guimarães, no Conservatório de Música e Escola Profissional de Artes da Jobra – Branca, e Maestro/Diretor Artístico da Banda de Música da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez.

Gil Magalhães toca com flautas Sankyo.

“Sons de Romantismo.Flauta e piano no fim do século XIX”

Programa

Georges A. Hüe (1858 –  1948) – Fantasia para flauta e piano 

 Carl  Reinecke ( 1824 – 1910) – Sonata “Undine” para flauta e piano

I.Allegro

II. Intermezzo

III.Andante tranquilo

IV.Finale: agitato ed appassionato, quasi Presto

César Franck (1822-1890) – Sonata em Lá maior para violino e piano, versão para flauta

   I.Allegretto ben moderato

  II. Allegro

  III. Ben moderato: Recitative-Fantasia

  IV. Allegretto poco mosso

Flauta: Gil Magalhães

Piano: Ingrid Sotolarova

*Entrada Livre condicionada à lotação da sala.

 As portas abrem às 17H30.

Leave a Reply