PARA A HISTÓRIA DO TEATRO DE AMADORES – 7. JORNAL NOVO RUMO, do GRUPO DE TEATRO AMADOR DE ANÇÃ – por ANTÓNIO GOMES MARQUES

Será que Warren Buffett leu Lénine? - por António Gomes Marques

Retomemos as crónicas sobre o teatro de amadores, sem preocupações de ordem cronológica, com a certeza de que um futuro autor desta História saberá se deve ou não aproveitar estes escritos simples de alguém que se continua a considerar um amador de teatro, agora não na qualidade de membro activo de um grupo, mas apenas como alguém que, não fazendo teatro, não deixa de pensar sobre a actividade e, mesmo assim, se considera como um activista que, por amor, ao teatro de amadores se vai continuando a dedicar.

Nos dias 25 e 26 de Junho, como é do conhecimento dos leitores do blogue, participei nos debates que aconteceram no Fórum de Teatro do Baixo Mondego. Para além da alegria de rever alguns amigos de há muitos anos, com quem partilhei e continuo a partilhar momentos de luta em prol do teatro de amadores e do país, fui encontrar uma região com um número muito significativo de grupos de teatro de amadores em plena actividade e em união com as populações que, em primeiro lugar, servem.

Com um significativo salto cronológico na História que, um dia, se há-de fazer, vou dar a palavra a um desses grupos, aquele que me facilitou esta crónica oferecendo-me o n.º 2 do seu «Jornal Novo Rumo», de Julho de 2015, uma prova evidente da sua actividade, e que aqui se reproduz. É um excelente documento.

Ançã - I

Ançã - IIAnçã - III

Ançã - IV

Lagos, 2016-07-01

Leave a Reply