APRESENTAÇÃO de “SUBMARINO”, REVISTA LUSO-ITALIANA de ESTUDOS COMPARADOS – HOJE, 21 de JULHO, às 21 horas, no MIRA FÓRUM, Rua de MIRAFLOR, 155, CAMPANHÃ, PORTO.

11425124_1455196024779296_4162154259573521728_n

E’ já esta quinta-feira, dia 21/7, às 21.00, na galeria Mira Fórum (no Porto), que inauguraremos uma série de apresentações  da revista italiana Submarino, na qual tivemos o prazer de acolher muitos de vós. Este primeiro número dedica um amplo espaço à receção de Cesare Pavese em Portugal com inúmeros poemas e testemunhos, bem como outro à temática da água com, nomeadamente, um conjunto de poemas em torno da chamada poesia submarina, dois ensaios sobre o tema do aquário e uma secção dedicada ao rio Douro. Na impossibilidade de agradecer a todos pessoalmente por terem contribuído para este número, convidamos os que puderem, a estarem presentes no “lançamento à água” do nosso/vosso Submarino. A cerimónia no espaço Mira Fórum, a quem agradecemos a hospitalidade, estará a cargo de António Fournier e de Jorge Velhote.

quinta, 21 julho 2016 | 21h
No facebook

apresentação da revista

SUBMARINO
Editor: Scritturapura Editore (IT)

13718578_1589351204697110_2649020904172194657_n

 

Submarino é uma nova revista de estudos comparados que pretende promover as literaturas de língua portuguesa em Itália. Propõe-se como um vector intercultural dedicado à divulgação das instâncias mais significativas do panorama lusófono no âmbito poético, narrativo e ensaístico. Caracteriza-se pela atenção dada às propriedades relacionais ou transitivas entre as culturas lusófonas e a cultura italiana e pelo amplo espaço dedicado à prática da tradução como diálogo privilegiado entre imaginários literários.

A apresentação da revista semestral ficará ao cargo de António Fournier e Jorge Velhote.

MIRA FORUM
Rua de Miraflor, 155, 4300-334, Campanhã, Porto

Entrada livre!
sexta a domingo, às 21h30

miraforum@espacomira.net // 929 145 191 // 929 113 431

2 Comments

  1. João Menéres, estamos em cima da hora, mas se nos quiser remeter elementos sobre o Serão da Bonjóia, e o livro de José Lacerda e Melo, de preferência acompanhados de imagens, não hesite.

Leave a Reply