Posts Tagged: porto

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (239)

O PORTO EM IMAGENS (59)   GENTES E LUGARES                   . . . CHEGOU O VERÃO ÀS 11H07! VERÃO QUE AINDA NOS VAI TRAZER CALOR! (Se correr bem) O Solstício de Verão

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (239)

O PORTO EM IMAGENS (59)   GENTES E LUGARES                   . . . CHEGOU O VERÃO ÀS 11H07! VERÃO QUE AINDA NOS VAI TRAZER CALOR! (Se correr bem) O Solstício de Verão

UMA CARTA DO PORTO – por José Magalhães (238)

2º ENCONTRO NACIONAL DE LITERATURISMO Nos passados dias 8 e 9 de Junho, realizou-se na Foz do Douro o 2º Encontro Nacional de Literaturismo, que, como da 1ª vez, teve o Comissariado do Dr. José Valle de Figueiredo. Tal como

UMA CARTA DO PORTO – por José Magalhães (238)

2º ENCONTRO NACIONAL DE LITERATURISMO Nos passados dias 8 e 9 de Junho, realizou-se na Foz do Douro o 2º Encontro Nacional de Literaturismo, que, como da 1ª vez, teve o Comissariado do Dr. José Valle de Figueiredo. Tal como

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (237)

  O PORTO EM IMAGENS (58)                       AMANHÃ, 8 DE JUNHO E SÁBADO 9, 2º ENCONTRO NACIONAL DE LITERATURISMO NÃO DEIXE DE COMPARECER! TAMBÉM AMANHÃ, JANTAR LITERÁRIO NA “TASCA DO

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (237)

  O PORTO EM IMAGENS (58)                       AMANHÃ, 8 DE JUNHO E SÁBADO 9, 2º ENCONTRO NACIONAL DE LITERATURISMO NÃO DEIXE DE COMPARECER! TAMBÉM AMANHÃ, JANTAR LITERÁRIO NA “TASCA DO

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (236)

  O PORTO EM IMAGENS (57)                   2º ENCONTRO NACIONAL DE LITERATURISMO   No dia 8 de Junho há mais um dos habituais jantares literários: “Camilo, Raul Brandão e Aquilino Ribeiro vêm

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (236)

  O PORTO EM IMAGENS (57)                   2º ENCONTRO NACIONAL DE LITERATURISMO   No dia 8 de Junho há mais um dos habituais jantares literários: “Camilo, Raul Brandão e Aquilino Ribeiro vêm

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (235)

ONTEM, NO CASTELO DA FOZ, no âmbito de mais uma Foz Literária, comissariada como habitualmente por José Valle de Figueiredo, aconteceu: ANTÓNIO CUNHA E SILVA, FRANCISCO MESQUITA GUIMARÃES E JOSÉ FERNANDO MAGALHÃES,  falaram, respectivamente, da Barca Bahiana, das casas de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (235)

ONTEM, NO CASTELO DA FOZ, no âmbito de mais uma Foz Literária, comissariada como habitualmente por José Valle de Figueiredo, aconteceu: ANTÓNIO CUNHA E SILVA, FRANCISCO MESQUITA GUIMARÃES E JOSÉ FERNANDO MAGALHÃES,  falaram, respectivamente, da Barca Bahiana, das casas de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (234)

O PORTO EM IMAGENS (56)                                 . .   . CAMPANHÃ Parque Oriental recebeu encontro de 11500 alunos       Pedro Matos Chaves e

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (234)

O PORTO EM IMAGENS (56)                                 . .   . CAMPANHÃ Parque Oriental recebeu encontro de 11500 alunos       Pedro Matos Chaves e

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (233)

O PORTO EM IMAGENS (55)                         . . .  

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (233)

O PORTO EM IMAGENS (55)                         . . .  

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (232)

  O PORTO EM IMAGENS (54)                 . .   ADORO ISTO   . .   .

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (232)

  O PORTO EM IMAGENS (54)                 . .   ADORO ISTO   . .   .

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (231)

  A LINGUETA DO CANTO DA PONTE O porto comercial do Porto, possuía vários lugares de amarração de navios, cujos nomes lhes foram dados, na sua maioria, pelas gentes que trabalhavam na barra. Em muitos desses pontos de amarração existiam

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (231)

  A LINGUETA DO CANTO DA PONTE O porto comercial do Porto, possuía vários lugares de amarração de navios, cujos nomes lhes foram dados, na sua maioria, pelas gentes que trabalhavam na barra. Em muitos desses pontos de amarração existiam

UMAR – MARÉS FEMINISTAS no 25 de ABRIL | Em LISBOA e no PORTO!!!

Caras/os amigas/os, Vem aí o 25 de Abril e este ano as nossas causas não podem deixar de estar juntas numa Maré Feminista* que desfile em conjunto na manifestação do 25 de Abril. Cada associação com a sua identidade própria,

UMAR – MARÉS FEMINISTAS no 25 de ABRIL | Em LISBOA e no PORTO!!!

Caras/os amigas/os, Vem aí o 25 de Abril e este ano as nossas causas não podem deixar de estar juntas numa Maré Feminista* que desfile em conjunto na manifestação do 25 de Abril. Cada associação com a sua identidade própria,

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (119)

  SEDUÇÃO     Quero seduzir-te Fazer-te parte de mim E levar-te por bons e por maus caminhos, Quero usar as minhas ironias Apreciar as tuas graças E utilizar a subtileza das palavras, Mas, nada. Fico à espera de uma

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (119)

  SEDUÇÃO     Quero seduzir-te Fazer-te parte de mim E levar-te por bons e por maus caminhos, Quero usar as minhas ironias Apreciar as tuas graças E utilizar a subtileza das palavras, Mas, nada. Fico à espera de uma

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (230)

O CAMPO DA JUNQUEIRA   O Campo da Junqueira ficava logo ali à beira do que hoje é a Circunvalação, do lado de Matosinhos, a uns escassos 200 metros do areal da praia. Àquela zona chamavam Prado. Era atravessado por

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (230)

O CAMPO DA JUNQUEIRA   O Campo da Junqueira ficava logo ali à beira do que hoje é a Circunvalação, do lado de Matosinhos, a uns escassos 200 metros do areal da praia. Àquela zona chamavam Prado. Era atravessado por