EDITORIAL – O QUE FAREMOS COM ESTES JOVENS… E ELES CONNOSCO?

logo editorial

O número de jovens que não estuda nem trabalha cresce por todo o mundo desenvolvido. Terá aumentado nos últimos tempos, com as políticas chamadas de austeridade. Portugal será dos países em pior situação quanto a este problema, que terá atingido entre nós, em 2015, 17,2 % da população entre os 15 e 29 anos, segundo um estudo da OCDE (ver primeiro link abaixo).

Um aspecto bastante complexo é precisamente o das estimativas (a maior parte feitas a partir de estatísticas oficiais, ou de estudos por amostragem) dos números neste campo, que permitem dar o peso  que o problema na sociedade. Por razões várias, que vão desde questões de ordem técnica até subterfúgios com o objectivo de apresentar à opinião pública números mais simpáticos, são muitas vezes retirados das listas os desempregados que se considerem como tendo desistido de procurar emprego. O seu número será de tal ordem que faz duplicar as estatísticas oficiais.

Clicando nos links abaixo encontrarão vários elementos que darão uma perspectiva minimamente elucidativa (não muito, claro) sobre este gravíssimo problema. Estamos aqui perante uma verdadeira situação disfuncional. Durante muitos anos procurou-se aumentar os meios de educação e formação com o fito de proporcionar aos jovens mais e melhores hipóteses de acesso ao mundo do trabalho, onde a grande maioria deles terá de ir buscar os seus meios de sobrevivência, em exclusivo. Como ideal, apontava-se a necessidade de à formação dever corresponder, à saída, um emprego. Para além de outros considerandos, tem-se verificado que tal expectativa é, no geral, pouco realista.

O crescimento económico, nos moldes actualmente vigentes nas sociedades tidas como desenvolvidas, não implica necessariamente a criação de empregos. As perspectivas não são boas, e a existência de muitos jovens, parte deles com uma (em princípio) boa preparação, que não conseguem arranjar colocação, contribui sem dúvida para o seu agravamento.

http://www.msn.com/pt-pt/financas/other/15percent-dos-jovens-que-n%c3%a3o-trabalham-nem-estudam-s%c3%a3o-licenciados/ar-BBkkF2B

http://www.jn.pt/nacional/interior/ha-mais-jovens-que-nao-estudam-nem-trabalham-5334641.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+JN-ULTIMAS+(JN+-+Ultimas)

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/11/29/um-em-cada-cinco-jovens-de-15-a-29-anos-nao-estuda-nem-trabalha-diz-ibge.htm

http://www.msn.com/pt-pt/financas/other/15percent-dos-jovens-que-n%c3%a3o-trabalham-nem-estudam-s%c3%a3o-licenciados/ar-BBkkF2B

http://www.sonhosnaitalia.com/2016/03/um-cada-3-jovens-italianos-nao-estuda.html

http://researchbriefings.parliament.uk/ResearchBriefing/Summary/SN06705

Leave a Reply