EDITORIAL – UMA EXPLICAÇÃO URGENTE

logo editorial

O caso das nomeações para a direcção da Caixa Geral de Depósitos (CGD), como se temia, está mesmo a tornar-se um problema nacional. Não está em vias de, está mesmo a cair no abismo. Os senhores directamente implicados não querem mesmo mostrar quanto ganham. Mas será só isso que está em causa?

O PSD, o CDS e os seus amigos, à falta de melhor, com a catástrofe porque anseiam um pouco afastada com as notícias de Bruxelas e os indicadores económicos mais favoráveis, vão apostar nos silêncios de António Domingues e sua equipa. Muito se falou na importância estratégica da CGD, e agora esta encrenca vem mesmo a calhar. Entretanto, se alguém deu garantias que não devia ter dado, será melhor que reconheça que se enganou. A paralisação do banco pode ter resultados muito mais graves.

Será mesmo só uma questão de pudor de António Domingues & C.ia? Não será antes haver  de permeio alguma questão com o futuro da CGD? Andará algum Santander a querer enguli-la? Talvez seja por isso que a Comissão Europeia anda tão complacente. Desejamos ardentemente estar enganados.

Leave a Reply