INFORMAÇÃO AOS ASSOCIADOS DO MONTEPIO – ASSEMBLEIA GERAL DE ASSOCIADOS marcada para QUINTA-FEIRA, 22 de DEZEMBRO, às 21 horas – edifício do MONTEPIO, na Rua do OURO, LISBOA – por EUGÉNIO ROSA

24248_117686868249342_2091343_n

A SITUAÇÃO NO MONTEPIO: assembleia geral de associados marcada para o dia 22 de Dezembro 2016, às 21 horas no edifício do Montepio na rua do Ouro, Lisboa. Faço um apelo para que os associados que queiram defender as suas poupanças e o mutualismo não faltem

 

Tomás Correia e Vítor Melícias marcaram a assembleia geral de associados do Montepio em plena quadra do Natal. E não a divulgam nos órgãos da Associação Mutualista (Revista Montepio e Newsletter). Limitam-se a anunciar em 2 jornais, que a esmagadora maioria dos associados não lê, e fazem isso porque a lei obriga. O dia escolhido para a realização da assembleia foi o dia 22 de Dezembro, um dia muito próximo do Natal. O objetivo é claro: que participem um número reduzido de associados, e que assembleia seja dominada por quem os apoiam. E isto para que a sua gestão desastrosa que levou o Montepio à situação em que se encontra não seja debatida pelos associados e pedidas responsabilidades.

Questões fundamentais, como a transformação da Caixa Económica Montepio em Sociedade Anónima, o que abre futuramente a porta ao domínio do capital privado, e a não apresentação das contas consolidadas de 2015, que continuam por divulgar, não constam da ordem de trabalhos. E isto apesar de violar os Estatutos (artº 36º da Caixa Económica e artº 25, alínea g da Associação Mutualista) que obrigam que qualquer alteração na Caixa a uma autorização da assembleia de associados, e os artº 6º do Decreto-Lei 158/2009 e artº 7º do Decreto-lei 36-A/2011, que impõem a divulgação das contas consolidadas. O Ministério do Trabalho, da Solidariedade e Segurança Social apesar de avisado, nada faz o que mostra que o atual ministro, Vieira da Silva, está também conivente com estas práticas ilegais e com a ocultação das contas da Associação Mutualista aos associados. Recentemente, Tomás Correia enviou uma newsletter aos associados, mas não informou os associados da realização da assembleia, apenas referiu que a Caixa Económica Montepio iria ser transformada numa Sociedade Anónima por imposição do Banco de Portugal. No entanto, “esqueceu-se” de informar os associados por que razão o Banco de Portugal impõe essa transformação. É a consequência da gestão desastrosa da administração de Tomás Correia na Caixa Económica que causou, desde 2010, mais de 1.600 milhões € de imparidades (credito concedido que depois não se conseguiu receber), cerca de 698 milhões de prejuízos, e que obrigou a Associação Mutualista já a recapitalizar a Caixa Económica com 1.370 milhões €.  Mas uma explicação detalhada consta da nossa Informação nº 4/2016 aos associados que está disponível no site www.eugeniorosa.com, na pasta “MONTEPIO” para os associados que se queiram informar.

A convocatória e os documentos para a assembleia geral de 22.12.2016 estão disponíveis em:

 https://www.montepio.pt/SitePublico/pt_PT/institucional/grupo/associacao-mutualista/assembleias/2016.page?altcode=AMAS2016.

 

NÃO FALTEM. Só com a participação dos associados é conseguimos defender as nossas poupanças e o mutualismo. E depois não digam que não foram informados.

 

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: