A COLUNA DE OCTOPUS – A IMPOTÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS

 

 

Neste momento, os Estados Unidos não querem perder a sua influência mundial, o problema é que actualmente, perante a novas potências, não são capazes de colocar em prática, os seus planos na sua totalidade, tanto do ponte de vista económico como geopolítico.

Existem potências emergentes como a China, a Rússia e a Índia que estão a dar cartas.

 

Os USA perante a sua impotência. 

 

Para travar a Rússia, a China, mas também a Índia, os Estados Unidos e a NATO contam com o terrorismo islâmico que apoiam mas que fazem de contas de o combater.

Os Estados Unidos fomentam a tensão entre a China e os seus vizinhos asiáticos, nomeadamente o Japão.

Nos últimos anos, os Estados Unidos “apenas” conseguiram desestabilizar os países do Médio Oriente, regiões organizadas em torno de sociedades tribais, e não estão aptos a entrar em conflito directo com potências como a China ou a Rússia que não estão construídas com esses padrões.

Os Estados Unidos, através da NATO, estão a formar um escudo militar contra a Rússia, na Letónia, Lituânia, Estónia, Polónia, Roménia ou na Bulgária.

Existe um conflito latente entre os USA e a Rússia, os USA e a China e a Rússia a China.

Neste contexto, o conflito na Ucrânia visou separar o abastecimento de gás da Rússia da UE.

Um programa mais vasto dos BRICS existe para desenvolver um sistema monetária independente dos USA.

Por outro lado temos de considerar que pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial, a NATO não foi capaz de “resolver” o conflito na Síria sem a ajuda da Rússia.

 

Desenvolvimentos futuros… 

 

– Desestabilização da Europa com atentados terroristas fabricados para imobilizar qualquer intenção da Europa em poder intervir.

– Criar um eixo Xiita através do Irão para justificar a acção dos Estados sunitas, como os palhaços da Arábia Saudita. O recente isolamento do Qatar é exemplo disso.

–  Negociações secreta com a China, pragmática, que é convidada das reuniões e Bilderberg, para sustentar o Dólar falido e criar uma frente asiática contra a Rússia.

– Tomar conta, novamente, da América do Sul, quinta dos Estados Unidos, através de desestabilizações políticas como na Venezuela e Brasil e futuramente do Chile, Uruguai e Argentina.

– Manter o continente africano subdesenvolvido e aceitar o domínio actual chinês (moeda de troca dos Estados Unidos da sua dívida).

– O futuro próximo será de atentados “terroristas” permanentes para manter o medo e os Estados sob tensão, sendo que progressivamente esse “terrorismo” se irá deslocar para o Sueste asiático.

________

Para ler o original clique em:

http://octopedia.blogspot.pt/2017/06/a-impotencia-dos-estados-unidos.html

 

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

One comment

  1. Carlos A P M Leça da Veiga

    Acontece que já não têm capacidade para fazer tanto mal como desejariam. Desde a derrota no Vietname só têm tido desaires, isto. para não dizer mais derrotas o que só não é visto pelo imobilismo da velha administração. Resta-lhes apoiar o terrorismo islâmico e intrigar na “entende” franco-germânica. Até na Venezuela, os ianques, apesar dum propaganda monstruosa, não parece estarem a ganhar. Acredito que a eleição de Tramp – que, por já faltar-lhe o necessário municiamento económico quer entender-se com a Rússia – está a contrariar, mas sem sucesso aparente, as velhas intenções da mafia que tem dirigido os ianques desde o final da Segunda Guerra Mundial. CLV

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: