CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – CRIAÇÃO TARDIA: AS ÚLTIMAS REBELDIAS DOS ARTISTAS – OFICINA: RODA DE DESENHO – A PALETA E O MUNDO – CINEMA AO AR LIVRE: DE HIROSHIMA A FUKUSHIMA

CRIAÇÃO TARDIA:
AS ÚLTIMAS REBELDIAS DOS ARTISTAS
uma conversa a partir do livro
Sobre o estilo tardio, de Edward Saïd
com Cristina Mora, Pedro Rodrigues, Regina Guimarães e outrosSábado, 16 de Setembro, 16h

A criação «tardia» não é sinónimo de descanso e repouso como se poderia pensar. Para muitos artistas os últimos anos da sua vida não foram tempos de ficar apenas «sereno e sábio», mas passaram por um repensar das coisas, muitas vezes de forma inconclusiva, deixando espaços abertos, e criando obras onde se encontram rebeldias, incongruências, inquietações e novas descobertas.

Esta sessão sobre a «criação tardia» pretende não apenas debater a criação artística «na velhice», mas pensar o facto de muitos artistas terem criado obras em que ultrapassam barreiras, abrem caminhos, descobrem coisas, estão a anunciar outras ideias, nos anos finais da sua vida. No teatro, no cinema, na literatura, na pintura, na música.

O livro On late style (Sobre o estilo tardio) de Edward Saïd serviu-nos de inspiração. Refere-se, entre outros, a Beethoven, um homem que escreveu obras nos anos finais da sua vida que parecem fracturadas, intransigentes, complexas, sem concessões, interrogativas, enfrentando contradições, e até «esticando» as tensões entre a arte e a vida e questionando o próprio acto de criar. Mas o livro fala de outros criadores: Ibsen ou Genet, por exemplo, no teatro. A música de Richard Strauss. O cinema de Visconti. A filosofia de Adorno. A interpretação musical de Glenn Gould.

Noutros casos, como o de Mário Dionísio ou o de Ernesto Sabato, os artistas centram-se durante a velhice numa actividade sua menos conhecida que só puderam desenvolver plenamente mais tarde. Como mostra também a pintura tardia de Mário Dionísio (em exposição actualmente na Casa da Achada), de surpresa em surpresa, na sua impetuosa rebeldia.

OFICINA: RODA DE DESENHO

Domingo, 17 de Setembro,
das 15h30 às 17h30

Quando se desenha colectivamente numa mesma folha de papel, acontecem coisas imprevistas. Numa roda de desenho a folha gira e as canetas tomam caminhos inesperados. No fim de cada roda, dá-se um título ao desenho que ficou.

Daniel Valente regressa à Casa da Achada para organizar estas rodas de desenho, desta vez com dois amigos, Rodrigo Gonçalves Pedro Rodrigues.

CICLO A PALETA E O MUNDO IV

Segunda-feira, 18 de Setembro, 18h30

Leitura comentada, com projecção de imagens, de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio. Nesta sessão, Eduarda Dionísio continua a leitura da conclusão da obra.

Ciclo de cinema ao ar livre:
«TERCEIRA IDADE»

Segunda-feira, 18 de Setembro, 21h30

Para este ciclo de cinema ao ar livre, no terreno à frente da Casa da Achada, escolhemos filmes em que os protagonistas são pessoas com vidas longas e curiosas.

Nesta sessão, projectamos o filme De Hiroshima a Fukushima (2016, 80′) de Marc Petitjean, apresentado por Pedro Soares.

NO HORÁRIO DE ABERTURA*, PODEM VISITAR A EXPOSIÇÃO E BIBLIOTECA DA CASA DA ACHADA:

  • EXPOSIÇÃO:
    «MÁRIO DIONÍSIO: PINTURA 1988-1993»

    até 25 de Setembro
    Nos últimos anos de vida, Mário Dionísio pintou intensamente. Nesta exposição, mostramos parte da sua pintura abstracta de 1988 a 1993, data da sua morte.
  • BIBLIOTECA E MEDIATECA DA ACHADA
    Biblioteca Pública da Achada tem secções de Literatura, Arte, Cinema, Teatro, História, Ciência, Literatura Infanto-Juvenil, etc… Pode-se ler no local ou requisitar livros.
    Na Mediateca estão disponíveis os filmes que temos vindo a projectar nos nossos ciclos de cinema.
    O catálogo da Biblioteca e Mediateca está disponível na internet, aqui.* 2ª, 5ª e 6ª feiras, das 15h às 20h
    sábados e domingos, das 11h às 18h

EM QUALQUER DIA, COM MARCAÇÃO, É POSSÍVEL CONSULTAR:

  • CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO
    Constituído pelo arquivo de Mário Dionísio e pela sua biblioteca e de Maria Letícia Clemente da Silva (mais de 6000 volumes e mais de 200 publicações periódicas).
    O catálogo pode ser consultado na internet, aqui.

QUEM QUER EXPERIMENTAR TEATRAR?

  • GRUPO DE TEATRO DA ACHADA
    Quem quer experimentar usar a voz e o corpo para dizer coisas com ou sem palavras? O grupo, com F. Pedro Oliveira, ensaia habitualmente todas as terças-feiras às 21h. É só aparecer e participar.

QUEM QUISER E PUDER PODE AJUDAR A CASA DA ACHADA:

 

 

 

 

 

Contactos

 

Morada Casa da Achada – Centro Mário Dionísio
Rua da Achada, 11, R/C
1100 – 004 Lisboa (ver localização)
Telefone 218 877 090
E-mail Casa da Achada
casadaachada@centromariodionisio.org
E-mail Livraria
livraria@centromariodionisio.org
E-mail Distribuição de Edições
livros@centromariodionisio.org
NIB NIB para donativos e pagamento de quotas
0036 0000 9910 5869 2830 8

 

 

Equipa de Comunicação Web

 

E-mail André Spencer e F. Pedro Oliveira

web@centromariodionisio.org

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: