A BARRACA – HÉLDER MATEUS DA COSTA FAZ-NOS O BALANÇO do ENCONTRO IMAGINÁRIO de 4 de FEVEREIRO de 2019, com EÇA DE QUEIROZ, MANUELINHO DE ÉVORA E CATARINA EUFÉMIA.

 

Balanço EI  Eça de Queiroz, Manuelinho de Évora, Catarina Eufémia

Foi bonita a Festa, pá!

Oito anos de Encontros Imaginários, comemorados no dia 4 de Fevereiro 2019!

Desta vez, o contexto social e político internacional com tintas carregadas alertando para possíveis conflitos bélicos, deu –nos o mote para o nosso conteúdo.

Através de Eça de Queiroz, o nosso nunca suficientemente celebrado romancista  e “perturbador” cívico, recordamos a responsabilidade do intelectual como arma de transformação social e sua possível cumplicidade com as justas revoltas populares. O que nos levou a citar o levantamento do povo Alentejano, conhecido como Revolta do Manuelinho de Évora, luta exemplar pela independência de Portugal contra a opressão da ditadura Espanhola. E como revoltas e revoluções estão inevitavelmente ligadas a repressão, recordamos a morte da camponesa Catarina Eufémiaàs mãos da impunidade do fascismo de Salazar.

A participação da sociedade civil foi brilhantemente assumida respectivamente pelo economista Bagão Félix, pelo militar de Abril Vasco Lourenço e pela jornalista da TV Carla J. Carvalho.

Para fim de Festa, o Coro AlCante ofereceu –nos “modas Alentejanas” cantadas pelo grupo de 30 elementos masculinos e femininos.

Uma noite muito especial, a não esquecer pelo público que esgotou completamente  a Sala 2 da Barraca – Cinearte.

No próximo 18 de Fevereiro, novo Encontro Imaginário

Joseph Kennedy,– Jorge Carvalho – engenheiro

Muhammad Ali – Armindo Laureano, escritor, jornalista…..

Thom Horn –  Mário Augusto, cinema e TV

RESERVAS : por este mail, https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/FMfcgxwBVWPFFPKdfmcXDcbvgCnQtPsr ou 213965360

 

Leave a Reply