TEATRO A BARRACA – HÉLDER MATEUS DA COSTA – ENCONTRO IMAGINÁRIO, HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 24 de FEVEREIRO, às 21.30 – SIMONE VEIL, SÃO JOSEMARIA ESCRIVÁ DE BALAGUER e ABADE FARIA

 

36. NEWSLETTER FEVEREIRO 2020                                                                            WWW.ABARRACA.COM

 

ENCONTRO IMAGINÁRIO Nº 199

24 FEVEREIRO 2020 21H30



Debates entre personagens marcantes da HISTÓRIA UNIVERSAL

PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL



Simone Veil
 (Nice, 13 de julho de 1927 – Paris, 30 de junho de 2017) foi uma política francesa, conhecida pelo fato de enquanto Ministra da Saúde ter defendido, em 1974, um projeto de lei que despenalizou a interrupção voluntária da gravidez em França. Foi também a primeira mulher a presidir ao Parlamento Europeu (1979-1982). Foi membro do Conselho Constitucional de França. Filha mais nova do arquiteto André Jacob e de sua mulher Yvonne, a família de Simone conheceria, a partir de 1940, as perseguições movidas pelas autoridades aos judeus, em consequência da invasão da França pela Alemanha nazi. Com exceção de Simone e de sua irmã Madeleine, todos os membros da sua família morreram no campo de extermínio. Interpretação da professora Zenaide Silva.

Abade Faria  (1756 – 1819) foi um religioso e cientista luso-goês célebre pelos estudos de hipnose. Defensor da Revolução Francesa (1789), comandou em uma das secções que, em 1795, atacaram a Convenção Nacional. Foi professor de Filosofia nos Liceus de Marselha e Nîmes. Iniciado na prática do magnetismo animal por Amand Marie Jacques de Chastenet de Puységur o marquês de Puységur, no ano de 1813 abriu em Paris um gabinete de magnetizador. Uma versão ficcionada sua é uma personagem do romance O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas. Interpretação do professor José Manuel Mendes.

São Josemaría Escrivá de Balaguer (Barbastro, Aragão, 9 de janeiro de 1902 — Roma, 26 de junho de 1975), 3.º Marquês de Peralta, foi um sacerdote católico espanhol e fundador do Opus Dei, uma Prelazia Pessoal da Igreja Católica. Foi canonizado em 2002 por São João Paulo II. Um dia sonhou com o Opus Dei, que pode ser definido como um caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres ordinários do cristão, e, a partir deste momento, dedica grande parte da sua atividade a promover esta procura cristã de identificação com Jesus Cristo. Interpretação do jornalista Fernando Correia.  

 

Informações e reservas: bilheteira@abarraca.com | barraca@mail.telepac.pt | Telefone: 213 965 360 | 213 965 275 | 913 341 683 | 968 792 495

Leave a Reply