CTA – O TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS – “O PEQUENO JARDIM DO SENHOR LACERDA”, de MÁRIO JOÃO ALVES, a partir de FRANCISCO LACERDA – SÁBADO, 8 de NOVEMBRO, às 18 horas, no TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE, em ALMADA

João Paulo Santos em O pequeno jardim do Sr. Lacerda, a partir de Francisco Lacerda, pelo Teatro Nacional de São Carlos

 

São Carlos no TMJB com O pequeno jardim do Sr. Lacerda

 

O Teatro Nacional de São Carlos vai estar no TMJB no dia 8 de Novembro, às 18h, com um espectáculo também para os mais novos, a partir dos 3 anos. O espectáculo construído por Mário João Alves, a partir do texto 36 histórias para entreter os filhos de um artista, de Francisco Lacerda, conta com João Paulo Santos como intérprete.

De uma semente esperamos somente uma coisa: que no pedaço de terra onde caiu faça brotar uma planta, uma árvore ou uma flor.
E as sementes nem são muito exigentes. Umas gotas de água, umas pingas de luz e desatam a perfurar a terra de baixo para cima, como os periscópios dos submarinos mais bonitos.
Mas o Sr. Lacerda está prestes a descobrir que, provavelmente, existem outros nutrientes capazes de tornar as folhas, caules e pétalas verdadeiramente únicas e especiais.
Ei-lo que olha o pequeno vaso, aguardando impaciente a chegada do primeiro pontinho verde.

Francisco de Lacerda (1869-1934) foi um pianista, maestro e compositor açoriano, natural da Ilha de S. Jorge. Em Paris, para onde foi aperfeiçoar os seus conhecimentos musicais graças a uma bolsa real, cruzar-se-ia com incontáveis grandes artistas do seu tempo, caso de Debussy, de quem foi amigo. Trente-six histoires pour amuser les enfants d’un artiste – de 1922, contendo ilustrações que são também da autoria de Lacerda – é considerada a sua mais importante obra pianística, reunindo 36 jóias poéticas e bem-humoradas cujos protagonistas são animais: galos, cães, macacos, pássaros, lebres, polvos, pavões, focas, castores, pombos, rolas, patos, hipopótamos, ursos, lobos, bodes, cucos… Revelando Lacerda como um modernista, e embora contendo momentos de extrema precisão descritiva, o todo é fundamentalmente marcado pela capacidade evocativa. Laborioso investigador do património musical português, é da sua autoria o Cancioneiro Musical Português, de 1935, publicado postumamente.

João Paulo Santos concluiu o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional com Adriano Jordão. Trabalhou com Helena Costa, Constança Capdeville, Elizabeth Grümmer, entre outros. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris, entre 1979 e 1984. Foi Maestro Assistente do Coro do Teatro Nacional de São Carlos de 1984 a 1990, altura em que foi nomeado seu Maestro Titular, até 2004. Gravou vários discos e foi galardoado com o Prémio Acarte 2000 pela direcção musical da ópera The English Cat.

O pequeno jardim do Sr. Lacerda (Sala Experimental do TMJB, domingo, dia 8 de Novembro, às 18h) M/3

 

A partir de Trente-six histoires pour amuser les enfants d’un artiste de Francisco Lacerda

Texto e concepção artística: Mário João Alves

Piano: João Paulo Santos

 

Teatro Nacional de São Carlos

 

Todas as informações em ctalmada.pt

 

Miguel Martins

Comunicação

 

 

+351 21 273 93 60 | +351 91 540 70 94

imprensa@ctalmada.pt | www.ctalmada.pt

 

Leave a Reply