CARLOS DE OLIVEIRA – POEMA IX, na secção “GÂNDARA”, de “TURISMO” (edição de 1942) – obrigado ao CID SIMÕES

(1921 – 1981)

 


Voar fora da Asa

Clicar em:

voar fora da asa: Poema IX, na secção “Gândara”


Nathália Macri Nahas, no seu trabalho Poemaresistência: a denúncia e o combate às mazelas sociais na poesia de Carlos de Oliveira e Sophia de Mello Breyner Andresen, apresentado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, refere-se a este poema sobre a Gândara nos termos seguintes:

…E é nesta paisagem que o escritor, tanto na sua poesia como na prosa, traz a denúncia de homens que vivem sujeitos à luta diária de sobrevivência e, à exploração e ao abandono do Estado…
Essa ideia aparece de forma clara no poema IX, na seção “Gândara”, que problematiza as condições de vida daqueles que moram no local e vivem as intempéries gandaresas e o descaso do governo com a situação…
Para ler o trabalho de Nathália Macri Nahas clicar em:

Leave a Reply