CARLOS REIS – BOM DIA! – WAVE, de ANTÓNIO CARLOS JOBIM, por DIEGO FIGUEIREDO, EDUARDO MACHADO e MARCÍLIO GARCETTI

(1927 – 1994)

É (quase) impossível ouvir este tema, mesmo pela estafadésima vez e não vibrar. Vibratar.

Sobretudo se for assim tão bem esgalhado, suave e batido e com um baixo a completa.

Mas haverá batida melhor que esta, perante a qual só um ensurdecido e durázio de ouvido praticante, ou alguém decididamente falecido, permanece calmo e quieto, sem se agitar, nem sequer as pestanas?

Mas haverá alguma coisa melhor que o Jazz, mesmo este – “shaken, not stirred” (James Bond) – a puxar pela agitação dos membros de qualquer ser mortal?

Carlos

 

Obrigado a Diego Figueiredo e ao youtube

 

Leave a Reply