CARLOS REIS – BOM DIA! – NUVEM NEGRA – GAL COSTA, DJAVAN, CHICO BUARQUE

 

Obrigado a RWR e ao youtube

 

Chico Buarque, Djavan e Gal Costa: Nuvem Negra (DVD Meu Caro Amigo) – YouTubeê

Gosto demais dessa música, não sei bem porquê, se é que existe alguma razão. Hoje ela sabe-me a triste e a só. A separação e a silêncio.

Gal Costa passou agora a uma definitiva recordação e não imagino como se sentirão – entre outros – estes seus amigos que aqui estão com ela, numa daquelas cumplicidades tão comuns em músicos brasileiros da nossa fornada.

Hoje não ligo a tv nem mesmo pra ver coisa nenhuma. Hoje é um dia de luto por aí, uma ausência, uma falta, uma falha, não passíveis de se dar a volta.

Carlos

 

Nuvem Negra (Djavan)

 

Não adianta me ver sorrir, espelho meu
Meu riso é seu
E eu estou ilhada
Hoje não ligo a TV nem mesmo pra ver o Jô
Não vou sair, se ligarem não estou

À manhã que vem nem bom dia eu vou dar
Se chegar alguém
A me pedir um favor eu não sei
Tá difícil ser eu sem reclamar de tudo

 

Passa nuvem negra, larga o dia
E vê se leva o mal que me arrasou
Pra que não faça sofrer mais ninguém

Esse amor que é raro
E é preciso
Pra nos levantar me derrubou
Não sabe parar de crescer e doer

 

Passa nuvem negra, larga o dia
E vê se leva o mal que me arrasou
Pra que não faça sofrer mais ninguém

Esse amor que é raro
E é preciso
Pra nos levantar me derrubou
Não sabe parar de crescer e doer

… … … … … … … … … … … … … …

Não adianta me ver sorrir, espelho meu
Meu riso é seu
Eu estou ilhada
Hoje não ligo a TV nem mesmo pra ver o Jô
Não vou sair, se ligarem não estou

À manhã que vem nem bom dia eu vou dar
Se chegar alguém
A me pedir um favor eu não sei

Tá difícil ser eu sem reclamar de tudo

 

Passa nuvem negra, larga o dia
E vê se leva o mal que me arrasou
Pra que não faça sofrer mais ninguém

Esse amor que é raro
E é preciso
Pra nos levantar me derrubou
Não sabe parar de crescer e doer

 

Passa nuvem negra, larga o dia
E vê se leva o mal que me arrasou
Pra que não faça sofrer mais ninguém

Esse amor que é raro
E é preciso
Pra nos levantar me derrubou
Não sabe parar de crescer e doer

… … … … … … … … … … … … … …

3 Comments

  1. Talvez vocês não conheçam, mas faleceu também Rolando Boldrin, ator, compositor, cantor, contador de causos e que teve grande atuação na preservação, através de seus programas SOM BRASIL (na Globo) e SR.BRASIL (TV CULTURA/SP), das raízes culturais brasileiras, de todos os matizes e regiões do país, o que no fundo quer dizer que ele mantinha vivas tradições culturais vindas desde Portugal, como a música Antoninho e o Pavão do mestre, que minha avó cantava e que me fazia chorar, música com origem na Ilha da Madeira, segundo apurei.
    https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2022/11/09/rolando-boldrin-ator-cantor-compositor-e-apresentador-morre-em-sp-aos-86-anos.ghtml

    1. Obrigado, Joel Palma pelo seu comentário. Todos nós temos no nosso universo próprio, heróis desconhecidos (autores e escritores de ficção, poetas, actores, músicos, etc.) e é sempre bom serem revelados por quem deles gosta e por quem neles reparou. Lembro-me de encontrar, nas minhas buscas pelo youtube, entrevistas e apresentações de Rolando Boldrin com diversos músicos. Suponho que ele seria bem popular no Brasil, pelo que li e vi, entretanto.
      Haverá sempre “soldados desconhecidos” por entre toda a Música de que os conhecidos nos fazem parte. Procuro-os incessantemente, para que os outros os conheçam e gosto que façam o mesmo comigo.
      Mais uma vez obrigado.

      Carlos Reis

Leave a Reply