Posts Tagged: música

A Revista da semana por Luís Rocha

Revista da semana De 22/03 a 28/03/2015  No panorama nacional pouco de relevante aconteceu. Continuou a polémica da lista de contribuintes VIP (os que estavam ou estão protegidos e defendidos da dita “Autoridade Tributária”, a continuidade da saga “BES”, as

A Revista da semana por Luís Rocha

Revista da semana De 22/03 a 28/03/2015  No panorama nacional pouco de relevante aconteceu. Continuou a polémica da lista de contribuintes VIP (os que estavam ou estão protegidos e defendidos da dita “Autoridade Tributária”, a continuidade da saga “BES”, as

No Centro Cultural de Belém – Espaço Fábrica das Artes – dia 20 e 21 Fevereiro “Calcad@s”

No CCB – Espaço Fábrica das Artes – dia 20 (19,00) e dia 21 (17,00) Fevereiro:   PERFORMANCE PARA GRAÚDOS  CALCAD@S Pedro Moura Diferentes emoções se misturam Quando percorremos Lisboa… Os desenhos das sombras na calçada o som tremendo dos

No Centro Cultural de Belém – Espaço Fábrica das Artes – dia 20 e 21 Fevereiro “Calcad@s”

No CCB – Espaço Fábrica das Artes – dia 20 (19,00) e dia 21 (17,00) Fevereiro:   PERFORMANCE PARA GRAÚDOS  CALCAD@S Pedro Moura Diferentes emoções se misturam Quando percorremos Lisboa… Os desenhos das sombras na calçada o som tremendo dos

“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Riverdance Opening Scene

  “Riverdance” é um espetáculo de música e dança tradicional irlandesa, o famoso “sapateado irlandês”. Escolhemos um excerto deste “show”, a cena de abertura. Espero que gostem.

“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Riverdance Opening Scene

  “Riverdance” é um espetáculo de música e dança tradicional irlandesa, o famoso “sapateado irlandês”. Escolhemos um excerto deste “show”, a cena de abertura. Espero que gostem.

“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Till

  “Till” é uma canção com música de Charles Danvers, que se tornou popular nos anos 60. Está interpretação é um instrumental do pianista mexicano Ernesto Cortazar.

“no silêncio da noite…” por Lídia Rocha – Till

  “Till” é uma canção com música de Charles Danvers, que se tornou popular nos anos 60. Está interpretação é um instrumental do pianista mexicano Ernesto Cortazar.

O SOM DE TRAVADINHA – UMA DAS “ALMAS” DE CABO VERDE – por Clara Castilho

Quem foi Travadinha? Chamava-se António Vicente Lopes, nasceu em Cabo Verde, era violinista e aprendeu a tocar sozinho. Não se ficava pelo violino, também a viola, o cavaquinho e o violão, nas suas mãos, encantavam quem o ouvia. Mornas e coladeiras,

O SOM DE TRAVADINHA – UMA DAS “ALMAS” DE CABO VERDE – por Clara Castilho

Quem foi Travadinha? Chamava-se António Vicente Lopes, nasceu em Cabo Verde, era violinista e aprendeu a tocar sozinho. Não se ficava pelo violino, também a viola, o cavaquinho e o violão, nas suas mãos, encantavam quem o ouvia. Mornas e coladeiras,

HOJE, NA LER DEVAGAR, AS MÚSICAS DO PROJECTO “O CAMPO E A CIDADE”

O projeto “O Campo e a Cidade” é o resultado da urgência em trazer à vida canções inspiradas numa coleta de vivências musicais em viagens pelo Brasil e pelo mundo. Londres, Paris, Montevidéu, São Paulo, Bruxelas e Sevilha, se encontram em Guareí, Tatuí

HOJE, NA LER DEVAGAR, AS MÚSICAS DO PROJECTO “O CAMPO E A CIDADE”

O projeto “O Campo e a Cidade” é o resultado da urgência em trazer à vida canções inspiradas numa coleta de vivências musicais em viagens pelo Brasil e pelo mundo. Londres, Paris, Montevidéu, São Paulo, Bruxelas e Sevilha, se encontram em Guareí, Tatuí

DIA 19 DE SETEMBRO, A PARTIR DAS 19 H, MÚSICA NO PARQUE DAS NAÇÕES, ESPECTÁCULO DE “LISBOA NA RUA” por Clara Castilho

  É uma organização da EGEAC, que se prolongará até 20 de Setembro, sempre com entrada gratuita e de que iremos dando notícias. Considerando que Lisboa na Rua é a resposta da cidade à cidade-porta, à cidade-ponte, balançando entre muitos

DIA 19 DE SETEMBRO, A PARTIR DAS 19 H, MÚSICA NO PARQUE DAS NAÇÕES, ESPECTÁCULO DE “LISBOA NA RUA” por Clara Castilho

  É uma organização da EGEAC, que se prolongará até 20 de Setembro, sempre com entrada gratuita e de que iremos dando notícias. Considerando que Lisboa na Rua é a resposta da cidade à cidade-porta, à cidade-ponte, balançando entre muitos

DIA 18 DE SETEMBRO, ÀS 19H, MÚSICA NO LARGO DO INTENDENTE, ESPECTÁCULO DE “LISBOA NA RUA” por Clara Castilho

  É uma organização da EGEAC, que se prolongará até 20 de Setembro, sempre com entrada gratuita e de que iremos dando notícias. Considerando que Lisboa na Rua é a resposta da cidade à cidade-porta, à cidade-ponte, balançando entre muitos

DIA 18 DE SETEMBRO, ÀS 19H, MÚSICA NO LARGO DO INTENDENTE, ESPECTÁCULO DE “LISBOA NA RUA” por Clara Castilho

  É uma organização da EGEAC, que se prolongará até 20 de Setembro, sempre com entrada gratuita e de que iremos dando notícias. Considerando que Lisboa na Rua é a resposta da cidade à cidade-porta, à cidade-ponte, balançando entre muitos

FESTIVAL “TODOS – CAMINHADA DE CULTURAS”, HOJE, EM LISBOA CINCO INICIATIVAS por Clara Castilho

É um festival que acontece de novo, numa sexta edição,  em São Bento, Poço dos Negros e Santa Catarina. Através do seu programa intercultural e multidisciplinar, o TODOS celebra desta vez a democracia portuguesa, 40 anos depois do 25 de Abril. Porque o

FESTIVAL “TODOS – CAMINHADA DE CULTURAS”, HOJE, EM LISBOA CINCO INICIATIVAS por Clara Castilho

É um festival que acontece de novo, numa sexta edição,  em São Bento, Poço dos Negros e Santa Catarina. Através do seu programa intercultural e multidisciplinar, o TODOS celebra desta vez a democracia portuguesa, 40 anos depois do 25 de Abril. Porque o

CONCERTOS EM MONSERRATE AOS FINS DE SEMANA DE SETEMBRO, DE 13 A 28 DE SETEMBRO

No Parque de Monserrate, de 13 a 28 de Setembro, os finais de tarde dos fins de semana, num um palco sobre o lago, no relvado, poderão ouvir concertos.  Esta iniciativa, organizada pela Parques de Sintra, surge no seguimento do

CONCERTOS EM MONSERRATE AOS FINS DE SEMANA DE SETEMBRO, DE 13 A 28 DE SETEMBRO

No Parque de Monserrate, de 13 a 28 de Setembro, os finais de tarde dos fins de semana, num um palco sobre o lago, no relvado, poderão ouvir concertos.  Esta iniciativa, organizada pela Parques de Sintra, surge no seguimento do

RECITAL DE PIANO, DIA 10 de SETEMBRO, 18:30, PALÁCIO FOZ

Poderá assistir a um recital de canto e piano, no dia 10 de Setembro, às 18:00, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz,  por Tomohiro Hata.   Tomohiro Hata,  Nascido em 1986, Tomohiro Hatta começou os seus estudos  musicais aos

RECITAL DE PIANO, DIA 10 de SETEMBRO, 18:30, PALÁCIO FOZ

Poderá assistir a um recital de canto e piano, no dia 10 de Setembro, às 18:00, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz,  por Tomohiro Hata.   Tomohiro Hata,  Nascido em 1986, Tomohiro Hatta começou os seus estudos  musicais aos

RECITAL DE PIANO, A 9 DE SETEMBRO, NO PALÁCIO FOZ

Nesse dia poder-se-á ouvir, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz, com entrada livre, às 18 horas, um recital de piano Miriam Grosman, com entrada livre, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz A pianista desenvolveu os seus estudos no

RECITAL DE PIANO, A 9 DE SETEMBRO, NO PALÁCIO FOZ

Nesse dia poder-se-á ouvir, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz, com entrada livre, às 18 horas, um recital de piano Miriam Grosman, com entrada livre, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz A pianista desenvolveu os seus estudos no