PIERRE BOULEZ (1925 – ) – Le Marteau sans Maître

Esta obra foi composta em 1953-57. Boulez foi um pioneiro na experimentação e na abstracção. Nesta obra cruzam-se influências muito diversas, desde o jazz às músicas japonesa e balinesa. Inseriu-se numa corrente preocupada em criar uma alternativa internacionalista e multicultural à música nacionalista, ou suscetível de ser aproveitada pelo fervor nacionalista, como foi o caso da obra de Beethoven, muito usada pelos nazis na sua propaganda.

O Zahir Ensemble é um grupo sevilhano que inclui no seu repertório grande variedade de música contemporânea. Nesta interpretação a direcção é de Francisco Bernier. Julgamos que a gravação terá sido feita já em 2012. Obrigado a pasaber86 e ao youtube.

Leave a Reply