PARA TODOS OS GOSTOS – DUAS “SARABANDE” À ESCOLHA DO FREGUÊS por clara castilho

Duas peças com o mesmo nome – Sarabande – duas histórias, duas épocas históricas. A primeira, a de Handel (1685-1759), compositor por vezes chamado de “divino” pelos seus contemporâneos, com música conhecida em muitas partes do mundo e ícone da música barroca.

A outra, de John Lord, um dos fundadores do Deep Purple (1968) e que em 1976 lançou o seu segundo álbum a solo – Sarabande, uma fusão de clássico com rock, gravado em Düsseldorf na Alemanha.

No mês passado estive ver um DVD com este álbum. Mal sabia eu que John Lord tinha falecido em Julho… Este disco é considerado ter sido determinante para que muitas bandas tivessem gerando belíssimas obras daquilo que se passou a chamar de “rock progressivo”.

A de Handel inspirou o último filme de Ingmar Bergman, “Sarabande”, em 2003. A música foi também aproveitada como música de fundo de um filme de Stanley Kubrick, Barry Lyndon.

Leave a Reply